Hernán Crespo (Foto: Érico Leonan/São Paulo)

A Copa do Brasil tem um peso muito grande para o São Paulo. Assim, o time de Hernán Crespo deve aproveitar a parada devido a data FIFA para se preparar para o confronto. Dessa forma, o duelo contra o Fortaleza é a grande expectativa da torcida tricolor. Então, o Futebol na Veia vai lhe mostrar o porque a classificação é tão aguardada pela diretoria, comissão técnica e todos os são-paulinos.

A princípio, essa é uma conquista muito aguardada pela torcida. Afinal, é o único grande título que o São Paulo não possui. Portanto, acabar com esse “tabu” poderia consagrar a grande temporada do time. Inclusive, sob o comando de Crespo, o Tricolor Paulista conseguiu levantar uma taça após quase nove anos. Então, a Copa do Brasil pode ser vista como uma prioridade.

Por outro lado, o São Paulo está oscilando no Campeonato Brasileiro. Assim, para chegar à Libertadores na próxima temporada será necessário melhorar a campanha ou ganhar a Copa do Brasil. Dessa forma, o time quer unir o útil ao agradável. Então, ganhar a competição irá garantir a classificação ao torneio continental.

Por fim, o São Paulo tem uma motivação importante para ganhar a Copa do Brasil, que é o alto valor da premiação. Afinal, apenas a classificação à próxima fase pode render ao clube paulista R$7,3 milhões. Contudo, caso conquiste o título, os valores chegariam R$71,15. Claro, seriam valores essenciais para a diretoria conseguir melhorar a situação financeira da instituição.

O São Paulo volta a campo pela Copa do Brasil contra o Fortaleza, pelas quartas de final. O jogo de ida terminou empatado por 2 x 2.

Foto Destaque: Divulgação/Érico Leonan/São Paulo

Isaac Rufino
Tenho 19 anos e sou estudante de Jornalismo pela FMU, em São Paulo. Sou apaixonado por Jornalismo e todas as suas áreas, porém a minha preferência sempre foi na área esportiva. Meu primeiro objetivo é ganhar experiência na área, buscar conhecimento e aprender com os melhores, por isso estou aqui. Entretanto, ao falar sobre objetivos futuros, tenho certeza de que a minha maior meta é fazer a cobertura de uma Copa do Mundo. Me considero um cara exigente, obstinado e não me contento em ser apenas mais um. Estou aqui para mostrar a minha capacidade e galgar degraus dentro do Jornalismo.