Cascavel vence Cabofriense e garante vaga na segunda fase da Série D (Foto: Divulgação / FC Cascavel)

Com todas as partidas sendo realizadas no sábado (28), chegou ao fim a 14ª e última rodada da primeira fase do  Campeonato Brasileiro Série D 2020. Dessa forma, os duelos do fim de semana confirmaram o último classificado do grupo 7. A vaga ficou com o Cascavel, que bateu também a classificada Cabofriense por 1 x 0, em Cabo Frio. Do mesmo modo, a Ferroviária venceu o Nacional-PR por 2 x 0, em Araraquara. Assim também, a Portuguesa-RJ derrotou o Toledo por 1 x 0, no Paraná. Por fim, Bangu e Mirassol ficaram no empate por 0 x 0, no Rio de Janeiro.

Com os resultados, não houve mudanças na tabela de classificação. Assim, a Ferrinha fechou a fase na liderança do grupo 7 da Série D, com 30 pontos. Em seguida, aparecem o Leão paulista com 26 e o  Tricolor Praiano com 25. Fechando o G-4, Aurinegro confirmou a última vaga e subiu para 24. Por outro lado, com a vitória, a Lusa foi para 23 pontos, mas acabou eliminada com o triunfo dos paranaenses. O Alvirrubro terminou na 6ª colocação, com 17. Em seguida, o NAC terminou na 7ª colocação, com cinco pontos. Por fim, o Porco ficou na lanterna com quatro pontos somados. Logo, Ferroviária, Mirassol, Cabofriense e o Cascavel garantiram vaga na segunda fase da competição nacional. 

CONFRONTOS DA SEGUNDA FASE:

Ferroviária * (1º do grupo 7) x Marcílio Dias (4º do grupo 8)

Mirassol * (2º do grupo 7) x Caxias (3º do grupo 8)

São Luiz * (2º do grupo 8)  x Cabofriense (3º do grupo 7)

Novorizontino * (1º do grupo 8)  x FC Cascavel (4º do grupo 7)

* Jogam a segunda partida em casa / datas e horários dos confrontos serão definidos pela CBF.

BRASILEIRÃO SÉRIE D – 14ª RODADA – GRUPO 7

Toledo 0 x 1  Portuguesa-RJ

Precisando da vitória e uma combinação de resultado para se classificar, os rubro-verdes foram para cima do lanterna e criaram as principais chances de gol do jogo. Dessa forma, em uma das boas jogadas, abriram o placar aos 35 minutos da primeira etapa com Muniz, que recebeu na área e, de cabeça, mandou para as redes. Já na etapa final, os donos da casa até tentaram uma reação, porém tinham dificuldades de criar jogadas de perigo. Dessa forma, os cariocas tiveram chance de ampliar em um pênalti a seu favor, mas André Silva parou no goleiro Vinícius e a partida acabou com a vitória magra da Lusa.

Bangu 0 x 0 Mirassol

Cumprindo tabela na competição, Bangu e Mirassol fizeram um jogo fraco tecnicamente. Assim, ambas as equipes tiveram dificuldades na criação das jogadas. Entretanto, os paulistas ofereceram mais perigo ao adversário com três chances reais de gols no primeiro tempo. Já na etapa final, o duelo equilibrou, porém os cariocas e paulistas acabaram desperdiçando as finalizações.  Ao mesmo tempo, o Leão teve dois gols anulados pela arbitragem, e o confronto acabou como começou.

Ferroviária 2 x 0 Toledo

Já no confronto do líder contra o lanterna, a Ferroviária se deu melhor jogando em casa. Assim, a Locomotiva dominou o jogo e poderia ter goleado os visitantes, mas pecou nas finalizações e ao acertar a trave três vezes. Dessa forma, após muita insistência, o primeiro gol saiu aos 41 minutos com Tiago Marques, que recebeu passe de  Lucas Mendes e chutou para abrir o marcador. Já na etapa final, os mandantes tiraram o pé e viram os paranaenses crescerem no jogo. Dessa forma, o arqueiro Wagner evitou o empate do adversário. Por fim, nos acréscimos, Bruno Mezenga tocou para  Hygor  fechar o placar no interior paulista.

Cabofriense 0 x 1 FC Cascavel

Já no duelo entre Cabofriense e Cascavel, a emoção veio no fim do jogo com o gol de Paulo Baya, em cobrança de falta que garantiu os paranaenses na próxima fase da competição. Dessa forma, apesar do jogo movimentado e com oportunidades claras de gols para ambos os lados, os visitantes propuseram mais o jogo e foi melhor ao longo do duelo. Logo, depois de tanta insistência a única bola na rede foi da Cobra, que garantiu a sua vaga e eliminou a Portuguesa-RJ.

 

Foto destaque: Divulgação / FC Cascavel

Matheus Vinicius
A minha paixão pelo futebol me levou ao jornalismo. Já atuei em Assessoria de Imprensa e atualmente trabalho com marketing de conteúdo. Tenho o objetivo de trabalhar diretamente com o futebol, sendo setorista de um time ou na produção de conteúdo audiovisual. Com 22 anos tenho muita coisa para aprender ainda e tenho certeza que aqui no Futebol na Veia irei crescer muito.

Artigos Relacionados