Arboleda (Divulgação: São Paulo)

Nesta terça-feira (9), Casares falou sobre a renovação de Arboleda no São Paulo. Assim, gerou empolgação na torcida para contar com o equatoriano na próxima temporada. Afinal, o zagueiro é um dos principais jogadores do time na atual temporada. Contudo, a situação financeira do clube é ruim e é preciso ter “os pés no chão”, como diz o presidente.

Arboleda possui contrato com o São Paulo até junho de 2022. Portanto, o clube já realizou duas propostas que foram recusadas. Segundo informações, o desejo do atleta é um salário de R$500 mil e luvas de R$7 milhões pela renovação. Contudo, a diretoria ainda negocia os valores, pois cada aumento salarial pode atrapalhar a resposabilidade orçamentária da instituição.

Dessa forma, o presidente do São Paulo falou sobre o assunto após o sorteio dos grupos do Paulistão 2022. Clube e atleta devem voltar a conversar logo quando o Arboleda voltar da Seleção Equatoriana. Além disso, Casares fez questão de deixar claro que tudo será dentro da realidade financeira do time.

“Arboleda é um grande jogador, queremos a permanência e já fizemos algumas reuniões. Ele vai disputar jogos nas Eliminatórias, esperamos continuar reuniões assim que voltar. Nossa expectativa é que ele continue, mas dentro da nossa realidade financeira”, disse Júlio Casares.

Desde que foi contratado em 2018, Arboleda coleciona momentos bons e ruins no São Paulo. O zagueiro já se envolveu em muitas polêmicas extra-campo, desde vestir a camisa de um rival à desreipeitar os protocolos de saúde em meio a pandemia do Covid-19. Contudo, dentro das quatro linhas, o atleta vem fazendo grandes atuações.

Portanto, comissão técnica, diretoria e torcida aguardam pela renovação de contrato de Arboleda com o São Paulo.

Foto Destaque: Divulgação/São Paulo

Isaac Rufino
Tenho 19 anos e sou estudante de Jornalismo pela FMU, em São Paulo. Sou apaixonado por Jornalismo e todas as suas áreas, porém a minha preferência sempre foi na área esportiva. Meu primeiro objetivo é ganhar experiência na área, buscar conhecimento e aprender com os melhores, por isso estou aqui. Entretanto, ao falar sobre objetivos futuros, tenho certeza de que a minha maior meta é fazer a cobertura de uma Copa do Mundo. Me considero um cara exigente, obstinado e não me contento em ser apenas mais um. Estou aqui para mostrar a minha capacidade e galgar degraus dentro do Jornalismo.