Neste domingo (23), conhecemos os classificados para as oitavas de final da Série D. Em Novo Horizonte, o time da casa não conseguiu segurar o ímpeto do Boavista e acabou eliminado nos pênaltis. Ituano e Iporá voltaram a vencer seus adversários e se classificaram para a próxima fase. Já o Vitória-ES venceu o Brasiliense, fora de casa e avançou às oitavas de final.

SÉRIE D – 2ª FASE

NOVORIZONTINO 0 x 1 BOAVISTA

O Boavista precisava do resultado e começou em cima do Novorizontino. A primeira grande chance da partida foi dos visitantes. Em jogada pela esquerda, a bola sobrou na área e Dija Baiano bateu firme, obrigando Oliveira a espalmar para salvar os donos da casa. A resposta dos mandantes veio na sequência. Aos 15 minutos Danielzinho cruzou e Nando Carandina cabeceou por sobre o gol do Boavista. Pouco tempo depois, Cléo Silva teve a chance de abrir o marcador em chute de calcanhar, mas a zaga, embaixo da trave, tirou o gol dos mandantes.

A segunda etapa começou quente e quase que o Boavista pulou na frente nos primeiros segundos. Carlão perdeu a bola na defesa e Gabriel cruzou para Dija Baiano na área. O atacante chegou atrasado e perdeu a chance de balançar as redes. Com o resultado nas mãos, o Novorizontino se fechou e deixou a bola com o Boavista, que não conseguia chegar ao gol de Oliveira. Porém, aos 39 minutos, em jogada despretensiosa, a bola sobrou para Dija Baiano na área. O atacante testou firme para o gol e venceu Oliveira, levando o duelo para os pênaltis, já que o time da casa também havia ganhado a primeira partida por 1 x 0. Nos pênaltis, o Boavista foi perfeito e o Novorizontino desperdiçou duas cobranças, sendo eliminado em casa para a equipe carioca. Nas oitavas de final, o Boavista enfrenta o Brusque.

CALDENSE 0 x 2 ITUANO

Após vencer em Itu, o Ituano precisava apenas do empate para se classificar à próxima fase. Já o Caldense tinha que vencer por dois gols de diferença para seguir adiante. No entanto a partida não teve emoção nos primeiros minutos. A grande chance da primeira etapa ocorreu somente aos 40′, quando Bruninho aproveitou o contra-ataque e bateu firme, obrigando Pegorari a salvar o Ituano. No fim do primeiro tempo, os torcedores reclamaram de um possível pênalti para o time de Poços de Caldas, mas o juiz nada marcou.

Na segunda etapa a Caldense voltou com tudo, mas as chances criadas não resultavam em gol. Denilson teve grande oportunidade ao sair na cara de Pegorari, porém o jogador bateu para fora. Mais tarde, Denilson teve mais uma chance. O atacante recebeu na área e soltou o pé. O goleiro do Ituano, bem posicionado, fez a defesa e salvou sua equipe. O castigo veio no fim. Em escanteio cobrado por Corrêa, Felipe subiu mais alto que todo mundo e balançou a rede da Caldense. Minutos depois, no apagar das luzes, Claudinho, deslocando o goleiro, deu números finais ao confronto. Nas oitavas de final o Ituano encara o Vitória-ES. 

IPORÁ 2 x 0 UNIÃO RONDONÓPOLIS

Depois de vencer fora de casa, por 3 x 2, o Iporá precisava apenas de um empate para avançar a próxima fase. No entanto, o time da casa foi para cima e logo aos quatro minutos abriu o placar. Em chute da entrada da área, Junior Capixaba venceu Neneca e balançou as redes do União Rondonópolis. Os visitantes até tentaram responder com Giovani, mas Weverton, atento, fez boa defesa e salvou o Iporá. Já aos 23′, o time da casa teve a chance de ampliar. Renato recebeu lindo passe de Genesis e, na cara do gol bateu colocado, porém Neneca, bem posicionado, fez linda defesa.

Na segunda etapa, a partida começou sem grandes oportunidades. A primeira aconteceu aos 17′ em jogada de bola parada para o Iporá. Danilo bateu falta no canto de Neneca, que fez ótima defesa para salvar o União. Cinco minutos mais tarde, Danilo encontrou Otacildo na área. O atacante testou firme e colocou números finais ao confronto, classificando o Iporá. Nas oitavas de final, a equipe encara o Juazeirense.

BRASILIENSE 1 x 2 VITÓRIA-ES

Após jogo sem gols no Espírito Santo, as equipes começaram com tudo a partida da volta, porém foram os visitantes que deram o cartão de visitas. Aos 13 minutos, em cobrança de escanteio de Watson, Cássio subiu mais alto que todo mundo e balançou as redes do Brasiliense. Após o gol sofrido, o time da casa foi só pressão para cima do Vitória-ES, no entanto a equipe não conseguia chegar com perigo e em cobrança de falta, quase levou o segundo. Watson bateu falta de longe e a bola encontrou o poste direito do goleiro da casa.

A segunda etapa começou e o Brasiliense foi para cima do Vitória-ES, que se defendia bem e não levava sustos. Nenhum ataque dos donos da casa surtiam efeito e a equipe começou a se soltar, mandando todos para cima. Até que em um contra-ataque mortal, Carlos Vitor bateu na saída do goleiro e ampliou o marcador para os visitantes. Quatro minutos mais tarde, em bola alçada na área por Murici, Lúcio, de cabeça, descontou para os donos da casa, mas já era tarde demais. O Vitória-ES está classificado e enfrenta o Ituano na próxima fase.

Avatar
Vinícius Martinez
Vinícius Martinez, natural de Sorocaba, interior de São Paulo, sempre tive o sonho de estar perto dos meus ídolos e encontrei através do jornalismo esportivo, a melhor forma de isso acontecer. Estudo jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie e curso o oitavo semestre. Sou um goleiro frustado pelas contusões e pelas falhas em peneiras, mas não me abalo fácil, portanto permaneço jogando peladas às terças.
http://redacao%20fnv

Artigos Relacionados