Com volta de Benítez, Crespo arma São Paulo para clássico; veja provável escalação

Sabe-se que Benítez foi o melhor jogador do São Paulo no Campeonato Paulista. Assim, a expectativa da torcida era de que o meia continuaria com o bom futebol no restante da temporada. Contudo, o argentino vem sofrendo com a parte física e não tem jogado bem. Assim, o camisa 8 não deve ter o vínculo estendido e deve, apenas, cumprir o contrato de empréstimo até dezembro deste ano.

Na última partida, Benítez esperou a bola no pé e falhou. Afinal, Ronald, do Fortaleza, roubou a pelota e abriu o placar. Inclusive, o jogo marcou a eliminação do São Paulo na Copa do Brasil. Além disso, desde a semifinal do Paulistão, o meia nunca mais teve o mesmo protagonismo.

Em contrapartida, o meia já sofreu mais de uma lesão na temporada. Inclusive, o jogador sofre com a parte física desde os tempos no Vasco da Gama. Dessa forma, Benítez só conseguiu jogar três partidas completas com a camisa do São Paulo. Afinal, em quase todas, o argentino é substituído.

Por outro lado, Benítez custaria caro ao São Paulo. O jogador pertence ao Independiente, da Argentina. Então, o valor de compra está fixado em R$ 16 milhões. Claro, todos sabem da crise financeira do Tricolor. Dessa forma, a diretoria não deve contratá-lo em definitivo.

Decerto, outro fator importante para a possível saída do jogador é o excesso de estrangeiros no elenco. Afinal, atualmente, o São Paulo conta com oito gringos na equipe. Assim, o Tricolor Paulista terá que diminuir este número para a próxima temporada. Assim, Benítez deve ser um dos atletas que não continuará no elenco.

Foto Destaque: Divulgação/São Paulo

Isaac Rufino
Tenho 19 anos e sou estudante de Jornalismo pela FMU, em São Paulo. Sou apaixonado por Jornalismo e todas as suas áreas, porém a minha preferência sempre foi na área esportiva. Meu primeiro objetivo é ganhar experiência na área, buscar conhecimento e aprender com os melhores, por isso estou aqui. Entretanto, ao falar sobre objetivos futuros, tenho certeza de que a minha maior meta é fazer a cobertura de uma Copa do Mundo. Me considero um cara exigente, obstinado e não me contento em ser apenas mais um. Estou aqui para mostrar a minha capacidade e galgar degraus dentro do Jornalismo.