Andres Rueda conta avanço com a Wtorre: "Queremos 30 mil"

O Santos segue planejamento a sua nova casa, Arena do Santos. Sendo assim, inúmeras dúvidas surgiram sobre assuntos, como a cor das cadeiras do novo estádio. Dessa forma, o Futebol na Veia conversou com o arquiteto Luiz Volpato, que revelou alguns detalhes do local.

CAPACIDADE DA NOVA ARENA DO SANTOS

Antes de mais nada, uma grande dúvida do torcedor santista acaba sendo sobre a capacidade da nova Arena do Santos. Segundo Luiz, existem duas opções:

“Existem duas opções: 25 mil lugares com setor organizado sem cadeiras, 30 mil lugares com setor organizado sem cadeiras e mais um setor popular com cadeiras móveis. Além disso, em caso de shows vai ter espaço para até 40 mil lugares”, afirmou Luiz.

UM GRANDE PROJETO

Durante sua carreira de arquiteto, Luiz fez diversos trabalhos – alguns dentro do futebol. Com isso, foi questionado sobre estar fazendo um projeto para um dos maiores clubes do mundo:

“É difícil fazer comparação entre projetos e estabelecer um ranking. Amamos o que fazemos e cada projeto traz seus desafios e encantos próprios, contudo posso dizer que o projeto do Santos nos tomou de assalto. Nos apaixonamos pela ideia, assumimos o compromisso em conjunto com o Santos e a WTorre de projetar um ícone viável, sustentável do ponto de vista ambiental e econômico e esta paixão virou amor. Digo isto porque queremos o melhor para o Santos, para sua torcida, para a Vila e para a cidade e estamos dispostos a acolher novas ideias, revisões, críticas e tudo o que for necessário para a realização desta transformação que já começou”.

Agradecido pela grande oportunidade de fazer parte da nova Arena do Santos, falou sobre o momento:

“Já somos muito gratos pela oportunidade de poder participar desta história e estamos procurando honrá-la com o que temos de melhor e se tudo isto se consolidar, será algo muito relevante para o escritório e pessoalmente para mim”.

ESTRUTURA DA CIDADE DE SANTOS

Antes de mais nada, a estrutura da cidade de Santos poderia atrapalhar em algumas coisas que o Santos e a WTorre pensassem. No entanto, tudo foi muito bem estudado pelas empresas. Dessa forma, a construção da nova Arena do Santos não deve atrapalhar as casas ao redor:

“A Vila é um bairro com predominância de gabarito baixo e sem dúvida obras mais altas trazem ampliação das áreas de sombreamento e se este projeto for realizado também trará ampliação desta área, uma vez que é mais alto que o atual estádio. É importante considerar que a Vila tem uma localização muito especial, e a pressão imobiliária deve crescer ao longo dos anos para elevação deste gabarito. Fizemos um estudo urbanístico para a Vila Belmiro junto com o escritório do Jaime Lerner, e espero que em um futuro breve seja possível o aprofundamento da discussão”.

Além disso, a construção da nova Arena do Santos vai ajudar a cidade de Santos, além do Santos Futebol Clube.

“A construção de uma arena é algo transformador para uma determinada área de influência. Estudar e encontrar solução para o conjunto é o caminho para minimizar os efeitos negativos e potencializar os positivos”.

Questionado sobre meios de acesso que deve ser feito para a nova Arena, Luiz respondeu que já fizeram o planejamento. “Nós já fizemos o estudo para isto, porém é assunto para ser discutido com o poder público e está em andamento”, afirmou.

IMAGENS DECORATIVAS PELO LADO DE FORA DO ESTÁDIO

Em suma, algumas imagens foram divulgadas pela WTorre e o Santos. Com isso, aparecem alguns jogadores nas laterais do estádio pelo lado de fora. Dessa forma, Luiz respondeu sobre os atletas que ficarão nas estruturas do estádio:

“Elas são o apontamento para o conceito do grande teatro que expõem em suas fachadas seus artistas. Isto vem da visão de que o Santos não é criador de grandes jogadores e sim de verdadeiros “artistas”. Para mostrar a ideia, colocamos os ídolos eternos e os meninos da vila. Ma definição de quais artistas colocados e se acabarão sendo colocados ficou integralmente com o Santos”.

HOMENAGEM AO REI PELÉ

Algo muito comentado nas redes sociais é uma provável homenagem ao Rei Pelé. Questionado sobre o assunto, Luiz afirmou que acredita ser impossível isso não acontecer pela história do Rei do Futebol:

“Não vejo como isso não acontecer. Nós temos muitas ideias a respeito. Mas se trata de um assunto que precisa de muita troca de ideias com a instituição e com o Rei para poder virar real”.

VILA BELMIRO COM MAIS PRESSÃO

Segundo Luiz, a nova Arena do Santos acabará sendo mais ensurdecedora e com mais pressão que a Vila Belmiro que o torcedor santista conhece:

“Para o interior da Arena vai piorar muito (para o adversário) do que é hoje. A capacidade aumentou e o fechamento enclausura o som. Para a parte exterior vai aliviar pelas características da envoltória”.

Além disso, Luiz afirmou que o teto da Arena não será retrátil por questões econômicas. Dessa forma, existia a possibilidade porem a questão financeira pesou na decisão. 

VENTILAÇÃO DA ARENA DO SANTOS

Devido ao teto do estádio ficar fechado, o calor pode acabar sendo algo que atrapalhe a torcida durante os jogos. No entanto, Luiz afirmou que isso já tem uma resolução.

“A Arena é completamente coberta, parte com telhas térmicas planas e a cúpula central curva com vidro e a fachada é ventilada. Fizemos estudo prévio (ver seção abaixo) e entendemos que o fluxo de ventilação natural acaba sendo suficiente. Se o projeto for avançar para o detalhamento, será feito estudo específico sobre a eficiência do sistema natural ou se será necessário algum tipo de ventilação forçada”.

DEMOLIÇÃO DA VILA BELMIRO

Em suma, um assunto que entristece o torcedor santista é ouvir falar na demolição da Vila Belmiro. Assim, uma pequena parte não é a favor. No entanto, isso é necessário e vai acontecer.

“Este assunto não faz parte do meu escopo, mas ouvi o Dr. Walter Torre responder a um conselheiro no ano passado, durante a primeira apresentação do projeto, que sim, o Santos terá todas as garantias”.

ACESSIBILIDADE PARA TORCIDA

Antes de mais nada, um grande problema de alguns estádios é a falta de acessibilidade para pessoas com algum tipo de deficiência ou dificuldade física. No entanto, a nova Arena do Santos vai se tornará diferente e abrangerá todas as pessoas.

“Tratamos este assunto de forma a ir além das normas de acessibilidade, buscando oferecer o maior conforto possível para aqueles que têm alguma dificuldade adicional”.

ARENA ÚNICA NO MUNDO

Antes de mais nada, Luiz afirmou que esta arena do Santos não teve inspiração em nenhuma outra. Dessa forma, será única em todo mundo.

“É de nossa profissão sempre pesquisar referências do mesmo tema. Pessoalmente conheço uma boa parte das instalações para mega eventos ao redor do mundo. Contudo, o projeto do Santos acabou sendo único. As condicionantes nos obrigaram a percorrer caminhos não convencionais para se chegar a uma solução viável e que fosse merecedora da confiança de Santos e da WTorre”.

Além disso, devido ao estádio do Santos ficar no “meio” da cidade, a arquitetura teve que ser inovadora.

“A origem de tudo foi a necessidade de se ampliar o terreno e daí surgiu a ideia de elevar o gramado para poder acomodar todas as áreas necessárias ao perfeito funcionamento de uma arena multi eventos”.

TORCIDA ORGANIZADA DO SANTOS

Antes de mais nada, a Torcida Jovem do Santos tem um lugar oficial no estádio da Vila Belmiro junto com as outras organizadas do clube. Com isso, Luiz afirmou que o local atrás dos gols devem permanecer. “Procuramos manter a mesma posição relativa do atual estádio”, afirmou o arquiteto.

NOME DA ARENA EM ABERTO

Em suma, ainda não existe um nome para a nova Arena do Santos. “Não que eu saiba, e ao meu ver deveria ficar liberado para comercializarem como “naming rights”, pois é uma importantíssima fonte de receita”, contou.

Assim, confira mais notícias do Peixe:

Foto Destaque: Divulgação/Santos

Alef Sousa
Sempre fui apaixonado por esportes, especialmente futebol. E vi através do jornalismo uma oportunidade de estar trabalhando com a minha Paixão. Estou no 3º Semestre da faculdade de Jornalismo. Meu grande Objetivo é torna-me repórter de campo e cobrir grandes competições. Sou um cara, extrovertido, animado, comunicativo e cheio de vontade de aprender.