Acabou a triste sina: Flamengo enfim avança às oitavas da Libertadores

Depois oito anos e três quedas seguidas na Libertadores, o Flamengo deu fim ao trauma e enfim está nas oitavas de final da competição. A vaga veio com uma rodada de antecedência, graças a vitória por 2 x 0 sobre o Emelec nesta quarta-feira (16), com dois gols de Éverton Ribeiro.

O jogo marcou o reencontro do time carioca com sua torcida. Nas duas partidas anteriores jogando em casa, a equipe teve que atuar com portões fechados para cumprir suspensão pela confusão na final da Sul-Americana. Nesta quarta, o público foi de 40.390 presentes.

Pode-se dizer que o herói da classificação foi Éverton Ribeiro. O meia foi o melhor jogador do time brasileiro, marcando duas vezes. Na primeira, foi pegando rebote e chutando forte para o gol. Já na segunda, a batida foi com técnica, em uma bela cobrança de falta colocada, sem chances para o goleiro.

Com a vitória, o Flamengo chegou a nove pontos e segue em segundo lugar no Grupo 4. Na próxima quarta-feira (23), decidirá contra o River Plate, na Argentina, a liderança do grupo e a vantagem de fechar em casa o confronto das oitavas de final.

1º TEMPO

O Flamengo, empurrado por sua torcida, começou atacando. Aos cinco minutos, Vinicius Júnior chutou a bola por cima do travessão após cruzamento de Henrique Dourado. O Emelec respondeu aos oito após erro de passe de Paquetá, com o atacante Preciado batendo para o gol, mas a zaga da casa tirou a bola antes de chegar em Diego Alves.

A partir desse lance, o time carioca assumiu o controle da partida, e chegou com perigo outras três vezes. Duas delas com o zagueiro Juan, de cabeça. Na primeira, o goleiro adversário Dreer espalmou para o travessão. Na sequência, aos 24 minutos, o chute de Éverton Ribeiro foi para fora. E nos minutos finais, Juan cabeceou mais uma bola na trave depois da falta batida por Diego, aos 43 minutos.

Cuéllar disputa bola contra o jogador do Emelec (Reprodução/Internet)

O time equatoriano só voltou a ameaçar aos 45, em cruzamento de Lastra, que Rever cortou mal e Diego Alves precisou jogar para fora. No lance, Juan sentiu, pediu substituição e o árbitro encerrou a etapa antes da cobrança de escanteio, causando revolta nos jogadores visitantes.

2º TEMPO

O Mengo voltou do intervalo com mudanças, colocando o zagueiro Léo Duarte no lugar do machucado Juan. Logo no inicio da segunda etapa, a estrela da partida resolveu abrir o placar. Aos três minutos, após tabela entre Renê e Vinicius Júnior, o lateral tocou para o meio da área. A bola sobrou pra Diego, que chutou para defesa de Dreer. No rebote, Éverton Ribeiro fuzilou para o fundo das redes.

Mesmo com a vantagem, o time brasileiro continuou atacando o adversário. Assim, aos 12 minutos, após erro de Éverton Ribeiro no meio de campo, o Emelec armou um contra-ataque, que resultou em ótima defesa de Diego Alves. Neste momento, o técnico Maurício Barbieri foi expulso por excesso de reclamações. Quem comandou os cariocas no restante da partida foi o auxiliar Mauricinho.

Aos 32 minutos, a defesa do Emelec errou e permitiu que Vinicius Júnior recebesse livre na área, porém, o jovem atacante desperdiçou a oportunidade ao tentar fazer um passe, ao invés de arriscar o arremate ao gol. Aos 39 minutos, o time visitante fez com que milhões de rubro-negros parassem de respirar por alguns instantes. Preciado bateu para uma excelente defesa de Diego Alves, e no rebote, a bola ficou com Lastra, que não conseguiu empurrar a bola para rede carioca, desperdiçando assim a chance de um novo Maracanazzo.

Éverton Ribeiro comemorando um de seus gols (Reprodução/André Durão/GloboEsporte.com)

Nos minutos finais de jogo, o auxiliar técnico rubro-negro tirou Diego e colocou Jonas para fechar a defesa. O meia flamenguista recebeu muitos aplausos ao deixar o gramado. Nos acréscimos, o Mengo ampliou o marcador com uma cobrança de falta precisa de Éverton Ribeiro, fechando o placar em 2 x 0.

E AGORA?

O próximo adversário do Flamengo na Libertadores será o River Plate, pela última rodada da fase de grupos. O embate será às 21h45 na próxima quarta-feira (23), no Monumental de Nuñes, em Buenos Aires. O Emelec visita o Santa Fe no mesmo horário, jogo acontece no Equador no estádio George Capwell.

MELHORES MOMENTOS

 

Matheus Carvalho
Sou Matheus Carvalho, carioca, tenho 20 anos e curso Jornalismo. O esporte sempre esteve na minha vida e provavelmente sempre estará. E como todo brasileiro sou apaixonado por futebol

Artigos Relacionados