abel

Em suma, o treinador Abel Ferreira garantiu que o confronto contra o Atlético-MG está longe de se definir. Decerto, na primeira partida da semifinal, o 0 x 0 deixou nítido o equilíbrio entre as equipes. Pelo lado do Palmeiras, o treinador português optou pela defesa forte, onde não deixasse o Galo atacar. Por outro lado, o time de Minas Gerais teve a chance do jogo, com Hulk desperdiçando um pênalti.

Decerto, em entrevista após a partida, Abel comentou sobre as possibilidades do jogo 2, que acontecerá na semana que vem, na terça-feira (28):

“O Atlético é uma equipe que faz gol com facilidade, por isso que investiu nos jogadores que investiu para fazer gols. Em cima da sua pergunta, tenho que valorizar o trabalho da minha equipe. No momento de se organizar para defender, fomos inteligentes, astutos, compactos e jogamos com as armas que tínhamos. Nos momentos com a bola procuramos atacar, mas é competência contra competência. Como disse, foi um jogo extremamente equilibrado. Nosso adversário teve uma oportunidade, do pênalti, mas tirando isso empurramos para trás. Fomos capazes de parar o adversário, está tudo aberto”.

Além da defesa ser o maior ponto com elogios do treinador, Abel também garantiu que, se o Palmeiras não jogou, o Galo também não:

“Nem nós conseguimos, nem nosso adversário. Tiveram o pênalti e posse de bola fora do nosso bloco. Nós concentramos nosso bloco bem compacto no corredor central, que é o que fazem as equipes quando precisam bloquear os times que atraem. O Atlético utiliza os meias para buscar a bola e atrair marcação, abrindo espaços. Nós vínhamos com uma série de gols sofridos, então foi fundamental passar confiança para a equipe. Uma equipe que não sabe se defender bem, não vai ganhar nada. Recuperamos essa solidez defensiva”. 

Foto destaque: Reprodução/Palmeiras

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!