40 anos

No próximo dia 1º de junho, daqui há duas semanas, o primeiro título brasileiro do Flamengo completará 40 anos. Por isso, a data possui uma importância não só pela conquista mas também por aquilo que significaria futuramente.Isso porque, provavelmente o título do Brasileiro de 80 foi a propulsão para as próximas conquistas da geração gloriosa daquela época.

Em comparação, talvez tão importante quanto o Carioca de 78, com o gol antológico de Rondinelle, aquela que daria início de uma geração de ouro. Além do mais, em complemento, o Rubro-Negro viria a ser campeão da Libertadores no ano seguinte. Poucos clubes conseguiram esse feito.

A decisão é tida com uma das mais importantes até mesmo por craques daquele time responsáveis pela partida. Por exemplo, é o caso de Nunes, o Artilheiro das Decisões. O atacante na ocasião da final fez dois dos três gols. Inclusive, o último. Sendo um deles, o gol antológico já nos minutos finais após um drible desconcertante.

– De todos os títulos que o Flamengo ganhou em Brasileiros, para mim a decisão com o Atlético foi a maior da história do clube, com certeza. O título de 80 foi o começo de tudo. Me consagrou campeão brasileiro pela primeira vez, fez o Flamengo campeão pela primeira vez. Essa conquista faz parte da minha história, tem uma importância muito grande – contou Nunes

A CAMPANHA

À época o campeonato possuía uma fórmula de competição um pouco diferente do que é hoje. Eram 40 clubes inicialmente. As fases eram 3 iniciais, depois semi e final. Não só estatisticamente mas também pelo futebol apresentado, pode-se considerar que a campanha do Flamengo foi quase perfeita. Dessa forma, nas primeiras fases foram 11 vitórias. Por outro lado uma única derrota até a final. Assim, o tropeço foi para o modesto Botafogo-PB. Nas semi-finais o Rubro-Negro da Gávea passou deixou para trás o Coritiba.

A GRANDE DECISÃO

A finalíssima foi disputada entre Flamengo x Atlético-MG. Provalvelmente as duas maiores equipes do cenário nacional da época, base da seleção brasileira. Do lado carioca: Júnior, Nunes, Zico e companhia. Por outro lado, a equipe mineira contava com o goleiro João Leite, Toninho Cerezo e o artilheiro Reinaldo. Além do mais, a decisão também daria início ao que seria o maior clássico interregional da década de 80.

O Flamengo teve sua segunda e última derrota no primeiro jogo da final, onde não contou com Zico, lesionado. No Mineirão, o Atlético ganhou a primeira partida por 1 x 0 com gol do de Reinaldo. Já no jogo da volta, foi realizada no dia 1º de junho, num Maracanã com mais de 150 mil pessoas. Nunes abriu o placar nos minutos iniciais mas praticamente ao mesmo tempo o Galo empatou com Reinaldo, que também viria a marcar o segundo na segunda etapa.

Nos minutos finais da primeira etapa, Zico desempatou. Em continuidade, já nos minutos finais da partida, o gol do Artilheiro das Decisões marcou o que daria a glória ao Flamengo. 3 a 2 foi o resultado. Apesar do empate em gols marcados, o Flamengo se sagrou campeão por possuir melhor campanha na semi-final. Diante do Coritiba foram duas vitórias. Enquanto que o Atlético venceu apenas uma e empatou a outra contra o Internacional.

foto destaque: divulgação/ Imortais do Futebol/ Blog

Avatar
Lucas Marllon
Escolhi jornalismo pois é a área que me atrai interesse em estudar e me vejo atuando. O Jornalismo esportivo é uma das áreas que pretendo interesse em atuar porém não é a única ambição. Aquilo que surgir oportunidade estarei pronto pra antes de tudo ser um bom jornalista.

Artigos Relacionados