Vidas Negras Importam: Vila Nova estampa selo em camisas de jogo (foto: divulgação/Vila Nova FC)

A morte de George Floyd, morto em maio durante abordagem policial nos Estados Unidos, foi o estopim para manifestações em diversas partes do mundo. O movimento Black Lives Matter, ou, em português, Vidas Negras Importam, aborda a relevância do combate ao racismo. A partir disso, o Vila Nova decidiu estampar o selo antirracista com a mensagem em camisas de jogo. 

Em suma, o selo ficará do lado esquerdo da barra da camisa de jogo dos três modelos principais. De acordo com Leandro Bittar, vice-presidente do Vila Nova, é necessário que o clube, enquanto instituição que cumpre papel social, deva se posicionar contra o racismo.

“O racismo é um tema que precisamos abordar, tendo em vista que o Vila é um Time do Povo e temos muitos torcedores negros. Muitas vezes o racismo é velado. O Vila Nova tem um histórico de ídolos da torcida que são negros, temos o Guilherme, o Max, ídolo recente do clube. A movimentação no esporte sobre esse tema está grande. É preciso nos posicionarmos pela causa”, ressaltou Bittar. 

https://twitter.com/vilanovafc/status/1276570274608144386?s=21

Vila Nova de olho no mercado da bola

Depois de dispensar ou reincidir contrato com 11 jogadores, o já contratou cinco jogadores. Assim, o primeiro deles já foi apresentado. Trata-se de Dudu, meia-campista que estava no Jaraguá. O jogador foi revelado nas categorias de base do Tigre e, posteriormente, foi negociado com o Grêmio, de Porto Alegre. Além dele, o clube goiano contratou John Lennon, que também foi revelado nas categorias de base do time goiano, e atua na lateral-direita e no meio-campo.

O terceiro reforço é o lateral-esquerdo Igor Milioransa, de 23 anos. Logo, o vínculo será até o Campeonato Goiano de 2021. O quarto fechado com o Vila é o volante Derli, de 30 anos. Dudu, Igor e Derli defenderam o Jaraguá no Goianão deste ano. Por fim, a contratação mais recente foi anunciada na quinta-feira (25). O lateral-esquerdo William Formiga chega para disputar a Série C do Campeonato Brasileiro. Em resumo, o defensor tem passagens por equipes do Paraná, Rio Grande do Sul e de Portugal. 

https://twitter.com/vilanovafc/status/1276210645407543301?s=21

Foto destaque: Divulgação/Vila Nova FC

Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).

Artigos Relacionados