Victor Ferraz é destaque na Copinha

Nesta sexta-feira (3) Velo Clube e RB Brasil se enfrentaram pelo grupo 6 da Copa São Paulo de Futebol Júnior às 17h (Horário de Brasília) no Estádio Municipal Doutor Augusto Schmidt. Por outro lado, Paraná Clube e Nacional-AM duelaram no mesmo local, porém às 19h15. Os confrontos foram marcados por grandes atuações individuais, com destaque a Victor Ferraz, do Velo Clube. E também contou com uma goleada do time paranaense. Além disso, a rodada apresentou surpresas, devido ao retrospecto das equipes.

COPA SÃO PAULO – 1ª RODADA

Velo Clube-SP 2 x 1 RB Brasil

A partida que estreou o Grupo 6 na Copinha contou com uma grande motivação do mandante. Logo aos nove minutos, inspirado pela torcida, o Velo abriu o placar. Victor Ferraz recebeu um lançamento de fora da área, dominou bem e chutou de longe, conseguindo enganar o goleiro com a bola batendo no chão e indo direto para as redes do time visitante. Entretanto, mesmo após um bom início, o primeiro tempo ficou sem grandes chances reais de gol.

O RB Brasil, por sua vez, buscou o empate apenas aos 6′ da etapa final,  quando Iago – em uma bela cobrança de falta – conseguiu marcar. Entretanto, logo aos 14′, Vitor Ferraz pegou uma bola que sobrou fora da área e chutou direto ao gol. O atleta marcou um golaço que garantiu o resultado positivo para o seu clube. O restante da segunda metade do jogo foi muito mais intenso que do primeiro tempo. Porém, ainda assim, nenhum dos times conseguiu chegar às redes novamente.

Paraná Clube 4 x 1 Nacional-AM

A partida iniciou com um ritmo bem lento de jogo pelas duas equipes, pouquíssimas chances de gol para ambas. Mesmo assim, após os 10 minutos iniciais, o Paraná adotou uma outra postura dentro de campo e conseguiu chegar mais vezes ao gol adversário. Entretanto, o primeiro gol só sai aos 37′. Ruan ficou livre com o goleiro e conseguiu chutar por cima dele e abrir o placar. Depois, o jogador chegou a marcar outro gol, mas estava impedido. O Nacional teve apenas uma grande chance durante a primeira metade: um chute do zagueiro Cleber que acabou sendo parado pelo travessão.

Já na segunda metade, o Nacional demonstrou que iria tentar uma reação. Já no início, a equipe apresentou um estilo mais ofensivo conseguindo chegar com perigo ao gol adversário. Entretanto, logo em seguida, aos 6′, foi marcado um toque de mão do zagueiro Cleber a favor do Paraná. Lucas Sene cobrou a penalidade e aumentou a vantagem. O terceiro gol saiu apenas aos 35′ em uma cobrança de falta, na qual Vitão subiu alto e cabeceou. E dois minutos depois, aos 37′, Kriguer pegou o rebote de Kennedy e garantiu o quarto para o seu clube. Só nos acréscimos o time amazonense conseguiu, em uma jogada ensaiada, diminuir o placar.

Foto destaque: Reprodução/ Fernando Roberto

Luís Gustavo
Olá, me chamo Luís Gustavo, tenho 18 anos e estou cursando jornalismo na UAM - Universidade Anhembi Morumbi. E como todo garoto meu sonho era ser jogador, principalmente goleiro devido as luvas que meu vô me dava da época em que ele jogava. Porém, com o passar do tempo acabei tendo complicações no joelho que me impediram de continuar treinando. Então agora fazendo jornalismo decidi escrever exatamente sobre esse meu grande sonho de menino. Minha paixão é informar e falar sobre os mais diversos assuntos, buscando sempre passar por todos os nichos, então me comprometo em sempre trabalhar com a verdade e informar da melhor forma. Instagram: @lkndo Twitter: @lkkndo

Artigos Relacionados