Com as ausências de Gabriel Bispo, João Pedro e Maykon Douglas, o volante, de 21 anos, Paulo Vitor pode atuar pela segunda vez nesta temporada pelo Vitória contra o Fluminense de Feira, pela última rodada do Campeonato Baiano

Caminhando para a partida decisiva contra o Fluminense de Feira, pela 9ª rodada do Campeonato Baiano, o Vitória vai precisar superar alguns obstáculos para o duelo, que está marcado, a princípio, para esta quarta-feira (5), às 19h30 (horário de Brasília). Um dos principais são os desfalques dos volantes Gabriel Bispo (contaminado pela Covid-19), João Pedro (suspenso) e Maykon Douglas (lesionado). Sendo assim, o técnico Rodrigo Chagas tem como opção o garoto da base, Paulo Vitor.

Nesse sentido, questionado sobre se as poucas aparições pelo time profissional do Leão da Barra têm ligação com queda de rendimento, o jogador comentou que essa avaliação parte dos estilos de jogo de cada treinador. Anteriormente, Paulo disputou apenas uma partida oficial nesta temporada. Acima de tudo, disputou 20 minutos da vitória por 3 a 1 do Vitória sobre o Treze-PB, pela 7ª rodada da Copa do Nordeste.

“Depende muito essa questão de cair de rendimento. Sou um cara muito crítico comigo mesmo, sou um cara que me cobra bastante. Acho que vai da questão dos treinadores que passaram por aqui. Alguns se identificam com meu estilo de jogo, outros não. Depende muito disso. Venho mantendo a resiliência, a perseverança, para quando a oportunidade chegar, como chegou agora com o professor Rodrigo, eu agarrar da melhor forma”, explicou o atleta de 21 anos.

NECESSIDADE DE VITÓRIA E COMBINAÇÃO DE RESULTADOS PARA CLASSIFICAÇÃO

Em primeiro lugar, a partida contra o Flu de Feira será a última oportunidade do Leão da Barra para garantir a classificação às semifinais. Além disso, apesar da necessidade da vitória, a equipe rubro-negra precisará torcer por uma combinação de resultados. Dessa forma, o cenário ideal seria contemplado por derrota por um gol de diferença do Bahia de Feira para o Unirb, além do empate no duelo entre Jacuipense e Bahia.

Ao passo que vive a expectativa do confronto, Paulo Vitor entende que a chance de ser titular é mais do que uma oportunidade de honrar a camisa do Vitória.

“Sempre fui um cara resiliente. As pessoas no clube sabem disso, sabem o quanto eu venho batalhando firme para ter uma oportunidade. Vou dar meu máximo, meu melhor para poder corresponder e honrar a camisa do Vitória”, afirmou. 

Desde que subiu à equipe profissional do Rubro-Negro baiano, o jovem volante vestiu a camisa do time em seis partidas. Portanto, contra o Fluminense de Feira, no estádio Barradão, Paulo Vitor deve ser uma das novidades da escalação titular.

Foto: Divulgação/EC Vitória/Pietro Carpi

Pedro Moraes
Pedro Moraes
Esporte é vida! Olá, prazer. Eu sou Pedro Moraes, baiano, de 23 anos, formado em Jornalismo pela Universidade Salvador - Unifacs. Guiado pela missão de informar aos amantes do esporte mais popular do mundo sobre diversas notícias do futebol nacional e internacional, sou uma pessoa comunicativa e que está sempre em busca de novos desafios. Onde você pode acompanhar meu trabalho? Através das minhas redes sociais. Instagram: @pedrohsmoraes. Twitter: @pedrohsmoraess.

Deixe uma resposta