Torcida Independente está vetada dos estádios

O Ministério Público junto com a em nota, vetaram a torcida organizada do São Paulo. Então a Independente não poderá usar instrumentos musicais, faixas, bandeirões ou qualquer objeto que a identifique. Aliás, o decreto já é válido para o próximo jogo da equipe. Quando o Tricolor Paulista enfrentará o Palmeiras, no Morumbi. O jogo está marcado para o dia 13 de julho, às 19h (horário de Brasília).

Portanto, a punição é referente as confusões causada pela torcida no jogo contra o Cruzeiro, no dia 2 de junho. Pelo menos 60 pessoas foram detidas pela polícia, a confusão teve inicio após o fim da partida na Praça Chales Miller. A polícia militar relatou muitos danos à praça e, infelizmente, houve torcedores feridos. Embora a punição não dure para sempre, parece uma boa atitude para que os baderneiros pensem duas vezes em fazer algo parecido de novo.

https://www.instagram.com/p/BxGvbsIBB6q/?utm_source=ig_web_copy_link

Veja a nota oficial da Federação Paulista de Futebol:

ROBERTO CICIVIZZO JÚNIOR, Vice-Presidente do Departamento de Segurança e Prevenção de Violência, no uso das atribuições legais e regimentais.

CONSIDERANDO os termos do documento, de 03 de julho de 2019, por meio do qual o Ilustre Promotor de Justiça do Jecrim/Juizado do Torcedor solicita a proibição do uso de instrumentos musicais, faixa, “bandeirão”, objetos, indumentárias e demais acessórios que identifiquem a torcida organizada “G.E.R.C. Torcida Tricolor Independente”, do São Paulo Futebol Clube.

CONSIDERANDO que é dever desta Entidade preservar a disciplina nos campos de futebol.

INFORMA:

Atender integralmente a solicitação do Ministério Público do Estado de São Paulo, para que seja proibida a entrada, nos estádios de futebol do Estado de São Paulo, de objetos, faixas, bandeirões, instrumentos musicais, indumentárias e demais acessórios que identifiquem a torcida organizada ““G.E.R.C. Torcida Tricolor Independente””, do São Paulo Futebol Clube, a contar desta data.

A Federação Paulista de Futebol oficiará aos Órgãos de Segurança Pública do Estado, Ministério Público do Estado de São Paulo e a CBF, com cópia do referido documento 03/07/2019, parte integrante da presente Portaria, para fins de fiscalização no cumprimento das recomendações ali constantes.

Esta Portaria entra em vigor na presente data, revogadas as disposições em contrário.

Giovanna Matiello

Giovanna Matiello

Meu nome é Giovanna Matiello, tenho 19 anos e sou estudante de jornalismo na UNIP. Sou apaixonada por esportes por causa da minha família, meu pai é fanático por futebol, minha tia é ex jogadora profissional de futsal e meu tio é vidrado no vôlei e é professor de educação física. Fica óbvia minha relação com o esporte.
A NBA e a NFL entraram na minha vida por admiração à organização americana. Sonho em ser jornalista esportiva porque acredito que o esporte é um caminho de educação e, porque culturalmente falando, talvez seja uma das poucas tradições que uni verdadeiramente o povo brasileiro.