Top 5 Ídolos do futebol: Fortaleza

Nesta coluna Nostalgia Brasileira, vamos falar sobre um dos maiores times do Nordeste. Assim, iremos relembra os cinco maiores ídolos da história do Fortaleza Esporte Clube. Portanto, com base em dados e também no coração do torcedor, trazemos aqui cinco nomes que, apesar de não serem totalmente unânimes, com certeza estão para sempre na história tricolor.

5 – Dude

Apelido bastante conhecido no Pici, Dude é o maior campeão da história do clube. Assim, o craque disputou 402 partidas pelo Tricolor. Além disso, foram sete títulos estaduais e dois acessos para a Série A (2002 e 2004). Com a camisa tricolor, Dude conseguiu a marca de 16 jogos consecutivos sem perder para o rival Ceará. Assim, além dos títulos, é uma marca que pesa bem a favor da idolatria que o ex-jogador possui no Pici.

O volante chegou ao Fortaleza em 1999, emprestado pelo Limoeiro. No entanto, não durou muito. Dessa forma, Dude retornou ao Pici pouco depois. Assim, iniciou sua era que durou até 2008. Aguerrido e muito valente na marcação. Como a torcida mesmo afirma, não foi um primor técnico, no entanto, nunca deixava ninguém passar com facilidade e sempre se destacou com a garra que mostrava em campo. Um verdadeiro torcedor!

Dude
Dude em treino pelo Fortaleza (Reprodução/Kiko Silva/Agência Diário)

4 – Marcelo Boeck

Antes de desembarcar na capital cearense, Marcelo Boeck já era um nome bem conhecido no mundo do futebol. No entanto, foram em terras alencarinas que ganhou o status de ídolo. Assim, na Série C em 2017, Boeck foi um dos heróis do acesso, tendo salvado o Fortaleza nos jogos de mata-mata diante do Tupi-MG. Assim, o Tricolor retornou à segunda divisão após oito anos. Além disso, foi fundamental durante toda a temporada do time treinado, à época, por Antônio Carlos Zago.

Em 2018, já sendo treinado por Rogério Ceni, sedimentou seu legado no clube. Sendo assim, acumulou atuações antológicas no ano do centenário do clube. Ademais, foi uma das peças fundamentais do inédito título da Série B. Em 2019, também foi um dos heróis da conquista da Copa do Nordeste. No entanto, foi perdendo espaço para o atual titular, Felipe Alves. Ainda assim, Boeck é um dos maiores ídolos da história do clube e amado pela torcida tricolor.

3 – Geraldino Saravá

Maior artilheiro da história do Fortaleza, da Arena Castelão e do Estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte, este é Geraldino Saravá. Pelo Fortaleza, foram incríveis 154 gols no total. Além disso, é detentor de outros recordes, como jogador que fez cinco gols de bola parada em um único jogo. Assim, também chegou a jogar em outros clubes do futebol cearense e também nordestino.

Ainda pelo Tricolor, atuou no famoso quadrado mágico. O time possuía também nomes como Moésio Gomes, Lulinha, Lucinho, Aloísio, Chinesinho e Zé Carlos. Além disso, o ex-jogador tem em seu currículo pelo Fortal os títulos cearenses de 1976, 1974 e 1982. Atualmente, Geraldino vive em Juazeiro do Norte e é reconhecido pelo clube como o maior artilheiro da história do Tricolor do Parque dos Campeonatos.

2 – Clodoaldo

Este é polêmico! A torcida se divide entre a idolatria e admiração. Clodoaldo é uma das maiores figuras da história do futebol cearense. Pelo Fortaleza, Clodô teve cinco passagens. Sendo assim, é o terceiro maior artilheiro da história do time com 127 gols. Além disso, conquistou cinco campeonatos cearenses e um vice-campeonato da Série B (2002). Ademais, foi o maestro do time nos brasileirões de 2005 e 2006, quando marcou gols antológicos, especialmente um de cobertura sobre Rogério Ceni contra o São Paulo.

No entanto, o baixinho deixou o clube em 2006 para assinar com o rival Ceará. Por isso, parte da torcida até hoje não o eleva ao status de ídolo. Apesar disso, independente de idolatria, é inegável que o jogador foi um dos maiores da história do clube. Assim, aposentou-se no Tricolor em 2019, jogando a Taça Fares Lopes com o sub-23. Por fim, ainda trabalha dentro do clube e sonha em ocupar altos cargos.

1 – Rinaldo

“Homem Raio”, Rinaldo é inegavelmente ídolo da torcida tricolor. Assim, é o segundo maior artilheiro da história do clube, atrás de Geraldino e acima de Clodoaldo. Assim, o jogador também conquistou campeonatos cearenses e, ao lado de Clodoaldo, foi destaque do time nas campanhas da Série A de 2005 e 2006. Ainda, é o melhor artilheiro do time em competições nacionais, tanto em Série A quanto em Série B.

Além disso, seus gols diante do Guarany de Sobral, no Cearense de 2010, são considerados como uns dos mais emocionantes na história recente do clube. Portanto, Rinaldo está definitivamente na história do time e no coração tricolor. Também trabalha no clube: é o atual técnico do futebol feminino.

Foto destaque: Reprodução/Gustavo Simão/O Povo

Diego Vasconcelos
Olá, me chamo Diego Vasconcelos e tenho 20 anos. Estudante de jornalismo na Universidade Federal do Ceará. Sou apaixonado por esportes desde sempre e recentemente decidi aliar minha paixão pela escrita e o esporte. Torcedor do Fortaleza e simpatizante de tricolores e europeus de baixo porte. Fã de MMA e amante do Jiu-Jitsu.

Artigos Relacionados