Nesta semana, a coluna Nostalgia Brasileira traz o top 5 dos maiores ídolos do Bangu. Assim, com a história deste clube do subúrbio carioca que já figurou entre os grandes times do país e foi vice-campeão brasileiro em 1985. Além disso, mostra os momentos difíceis do Alvirrubro ao longo dos últimos anos e relembra os tempos dourados desta equipe com jogadores conhecidos em todo o Brasil.

5 – UBIRAJARA GONÇALVES

O ex-goleiro é o melhor de todos os tempos do clube na posição. O jogador era seguro e executava boas defesas. Assim, veio da base do time e participou de elencos expressivos nos anos de 1959 e 1960. Ademais, o maior título da carreira do arqueiro é o Carioca de 1966. Além disso, Ubirajara é o recordista de partidas disputadas pelo Bangu: 534.

Ubirajara nos tempos de Bangu (Foto: Museu da Pelada)

4 – ZÓZIMO

Jogou no Bangu de 1952 a 1964. Além disso, a torcida tem orgulho, já que foi o jogador do time que mais atuou pela Seleção Brasileira, quando era o titular da zaga ao lado de Mauro Ramos. O atleta tinha um estilo forte, um bom posicionamento e fazia muitos desarmes. Iniciou com volante, mas se destacou como zagueiro. No clube, atuou em 466 partidas e marcou 28 tentos.

Zózimo na Seleção (Foto: Museu da Pelada)

3 – LADISLAU DA GUIA

 Jogou no Bangu em 1922/1923, de 1926 a 1936 e também de 1938 a 1941. É um dos irmãos da família Guia. Ladislau era goleador e tinha um chute forte, que foram apelidados de tijoladas. Além disso, é o maior artilheiro do clube com 223 gols em 328 partidas. Nos anos 30, o Bangu teve os irmãos jogando juntos: Luiz Antônio, Ladislau, Médio e Domingos. No entanto, o melhor momento aconteceu na sua segunda passagem, quando teve a chance de ser o principal jogador da equipe.

Ladislau em um jogo do Bangu/ Foto: Wikipédia

2 – MARINHO

O jogador começou no Atlético-MG e chegou ao Bangu em 1983, ficando até 1988. Além disso, teve outras passagens pelo clube carioca: 1989/1990, 1993, 1994 e 1997. Assim, o ponta-direita era veloz, driblador, organizava e tinha uma finalização com muita precisão. No entanto, seu melhor ano foi em 1985. Na época, Marinho terminou como o melhor jogador do Campeonato Brasileiro, mas levou dois vices (Carioca e Brasileirão de 1985).

A arbitragem dos confronto interferiu no resultado e prejudicou nas decisões. Com isso, poderia ter marcado ainda mais esse time na história do futebol brasileiro. Marinho fez parte da Seleção, mas foi cortado da lista da Copa do Mundo 1986. Contudo, foi o último atleta do Bangu a ser convocado para a vestir a Amarelinha. No total pelo Alvirrubro, disputou 229 partidas e teve 82 gols marcados.

1 – ZIZINHO

O camisa 10 jogou de 1950 até 1957 no Bangu. Assim, é o maior jogador da história do clube e o 5º maior artilheiro com 122 gols em 282 jogos. Dessa maneira, mesmo não vencendo um Campeonato Carioca, marcou seu nome na equipe. O estilo de jogo dele era alegre, com dribles vistosos e mudanças de direção. O jogador teve grande destaque na década de 40, quando fez seu nome no Flamengo e, posteriormente, no Bangu. Além disso, participou da Seleção na Copa do Mundo de 1950.

Foto Destaque: Divulgação/Nicollas Almeida/FNV

Nicollas Almeida
Nicollas Almeida
Escolhi o jornalismo porque queria contar histórias, participará dela também. Já estagiei na assessoria de imprensa de um órgão do governo do Rio de Janeiro. Fiz trabalhos voluntários no meio religioso e político, participei de um programa de debate na rádio na faculdade.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta