Thiago Galhardo é eleito melhor jogador do Brasileirão no mês de agosto (Foto: Divulgação/CBF)

Principal atleta do Internacional no começo do Campeonato Brasileiro, Thiago Galhardo foi eleito o melhor jogador do torneio no mês de agosto. O meia-atacante fez 165 pontos em uma votação realizada pela CBF que contou com votos de 35 jornalistas.

Sendo assim, 31 dos 35 votantes colocaram Thiago Galhardo como 1° colocado. Além disso, o jogador do Internacional aparece em 2° lugar por três vezes e em 3° na outra.

Apesar de vencer o prêmio, Galhardo manteve os pés no chão e afirmou em entrevista ao perfil oficial do Brasileirão que o objetivo principal é o título brasileiro. Além disso, disse que quer dividir a premiação com os companheiros.

“Muito feliz, quero agradecer a Deus, minha família, meus pais, filhos, amigos. E dividir esse prêmio individual com meus companheiros, porque sem eles com certeza não seria possível. É um prêmio individual, mas o importante é que consigamos o objetivo principal que é o título”, afirmou.

Com seis gols no campeonato, Galhardo é o artilheiro da competição após oito rodadas. Além disso, foi responsável por outras três assistências. Com a lesão de Paolo Guerrero, o meia assumiu o papel de jogador mais avançado no ataque do Colorado.

O resultado final ainda tem Marinho, do Santos, em 2° lugar, e Germán Cano, do Vasco, como 3° colocado. Além deles, nomes como Leandro Castán, Diego Alves e Nenê também aparecem na lista. Sendo assim, cada jogador escolhido entre os três primeiros recebe um pontuação:

  • 1° colocado: 5 pontos
  • 2° colocado: 3 pontos
  • 3° colocado: 1 ponto

Ao todo, Thiago Galhardo fez 165 pontos, quase 100 a mais do que Marinho que alcançou 68. Por fim, Germán Cano ficou apenas com 33.

Foto Destaque: Divulgação/CBF

Renan Liskai
Muito prazer! Sou Renan Liskai, paulista, natural de Santo André. Desde 1998 falando, respirando, sorrindo, chorando e enlouquecendo por futebol. A vida de goleiro não deu certo, mas o jornalismo sempre esteve ali. Descobri que se não podia estar dentro de campo ou das quadras, eu poderia estar do lado de fora, mas sempre vivendo tudo isso. Sou daqueles que não perde um jogo de futebol por nada, seja ele qual for. Costumo dizer que esse esporte é assunto mundial e que não há uma pessoa no mundo que nunca tenha falado sobre tudo que acontece dentro e além das quatro linhas. Assim como todo mundo, carrego uma história e experiências. Sou filho, irmão, neto, amigo e sempre serei um eterno aprendiz dessa vida.

Artigos Relacionados