Sergipe x Lagarto como aconteceu – Resultado, destaque e reação

Mediram forças na tarde desta quarta-feira (23), Sergipe e Lagarto, no estádio Lourival Baptista, o Batistão, pela quinta rodada do Campeonato Sergipano. Ao passo que os donos da casa foram melhores na partida e ganharam por 2 x 1.

MELHORES MOMENTOS – SERGIPE E LAGARTO

1° TEMPO

A princípio, vivendo situações distintas na competição, as equipes entraram em campo determinadas a conquistar a vitória e os pontos. Obviamente, que os mandantes tinham um ponto a favor, ao passo que jogavam em casa com o apoio da torcida nas arquibancadas do estádio. Entretanto, foram os visitantes que abriram o placar, logo aos 6′ de bola rolando com Giva que aproveitou um erro da zaga adversária e balançou a rede sem chances de defesa para o goleiro Igor.

Contudo, os donos da casa buscaram reagir afim de igualar o placar, nesse interim, durante uma jogada ofensiva, o juiz deu pênalti aos 19′ e Candinho converteu, deixando o placar em 1 x 1. Assim sendo, o jogo ficou pegado, com lances de perigo e emoção aos torcedores presentes na praça esportiva. Em suma, estava indo tudo bem, mas após Maicon do City cometer falta e levar amarelo, começou uma confusão. Surpreendentemente, o clima esquentou, os jogadores trocaram empurrões e o juiz soltou cartões para acalmar os ânimos.

2° TEMPO

Como o resultado estava em 1 x 1, na volta do intervalo, as equipes entraram com uma postura diferente da apresentada na primeira etapa do jogo. Principalmente, os mandantes que não queriam decepcionar a torcida. Desse modo, aos 44′ Geyson dribla o marcador e toca voltando para o meio. David chega batendo de primeira e acerta o canto alto de Jean. É a virada em Caruaru!

SERGIPE X LAGARTO – E AGORA?

Por fim, o Caruaru City encara o Afogados, na próxima quarta-feira (23), no estádio Vianão, em partida válida pela 3ª rodada. Enquanto, o Retrô joga contra o Santa Cruz, no Arruda, no domingo pela 5ª rodada.

Foto: Abne Quirino/Retrô FCB

 

Tity Marx
Na verdade, não fui eu que escolhi o jornalismo e sim ele que me escolheu. Sem dúvidas, a profissão é como um oceano que precisa ser desvendado na sua profundeza, só assim é possível conhecer e respeitar toda sua beleza.