Savarino sofre pancada na coxa esquerda e vira dúvida para duelo contra Botafogo

A assessoria do Atlético-MG divulgou na manhã desta segunda-feira (23), que Jefferson Savarino pode desfalcar o time no próximo confronto. O meia campista sofreu uma pancada na coxa esquerda no 2º tempo no duelo contra o Ceará, no último domingo (22). Em suma, o atleta foi reavaliado nesta segunda-feira (23), mostrando dor e inchaço no local. Todavia, o foco no tratamento é intenso, para que se recupere até a partida contra o Botafogo, na próxima quarta-feira (25), no Mineirão, em Belo Horizonte. Savarino que inclusive voltou ao time do Galo no jogo de domingo – em que o Alvinegro empatou em 2 x 2, com gols de Eduardo Sasha e o artilheiro do time Keno – já que estava atuando pela seleção da Venezuela, seu país de origem.

Entre as notícias desta manhã, teve também, as situações de outros três jogadores, que foram desfalques do time: Mariano, Alan Franco e Savinho.

O lateral direito Mariano que está em tratamento de lesão muscular na coxa direita, segue vetado. Enquanto Franco, que ainda se encontra no Equador, aguarda orientações dos órgãos de saúde do país ao qual serviu a seleção, para retornar à BH. Geralmente, o que acontece após 14 dias, em casos de boa evolução. Já Savinho, realizou exames, e inclusive participou dos treinos com seus companheiros.

Em síntese, novos testes foram feitos nos atletas, na comissão técnica e na equipe de apoio. Os demais infectados continuam em isolamento, sendo monitorados diariamente pelos médicos. Eles seguem todas as recomendações e orientações passadas.

Enfim, lembrando que a lista de atletas infectados pela Covid-19 cresceu nos últimos dias, e sendo assim, os desfalques são muitos. Dentre eles, além de Alan Franco estão: Victor, Gabriel, Guga, Réver, Allan, Eduardo Vargas, Jair e Everson.

Foto Destaque: Reprodução/Twitter Oficial Atlético

Rhaíssa Oliveira
Rhaíssa de Oliveira Cortes, mineira de 30 anos, jornalista em formação e apaixonada por esportes, sobretudo amante do futebol. Resolvi fazer da minha paixão pelo esporte a minha profissão. Ouço muito que arquibancada e futebol não são coisas de mulher, e é por isso que vou descer da arquibancada e cobrir os jogos de dentro do campo!

Artigos Relacionados