São Paulo vence o Corinthians e assume a vice-liderança do Brasileirão

Neste domingo (30), São Paulo e Corinthians se enfrentaram pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A no Estádio do Morumbi. Em clássico eletrizante e com falhas de Cássio e Tiago Volpi, o Majestoso contou com protestos da torcida tricolor no início da partida. Contudo, ao fim do duelo, os tricolores puderam comemorar a vitória por 2 x 1 contra um de seus maiores rivais. Os gols foram marcados por Hernanes e Ramino no primeiro tempo e por Brenner no final da segunda etapa.

1° TEMPO

Antes mesmo da partida começar, torcedores do São Paulo foram aos portões do Morumbi protestar contra o clube. Sem Daniel Alves, afastado por fratura no antebraço direito e Reinaldo, que levou o terceiro amarelo, o Tricolor também não contou com Arboleda, que sentiu a coxa direita no treino de sábado (29). Por outro lado, Camacho sofreu um estiramento na panturrilha e não foi convocado pelo técnico do Corinthians. Os donos da casa mostraram superioridade no Clássico Majestoso e dificultaram a saída de bola do adversário. Com toques precisos na intermediária, os mandantes chegaram com perigo e aos 12’, Hernanes sofreu falta imatura de Léo Natel. Posteriormente, o capitão do São Paulo abriu o marcador em falta com efeito e falha de Cássio.

Pressionado, Luciano fez falta dura em Cantillo e levou o primeiro cartão amarelo do duelo. Contudo, a primeira boa jogada dos visitantes saiu aos 26′. recebeu na entrada da grande área e finalizou para o gol, mas Tiago Volpi defendeu sem dificuldades. Com a diminuição de ritmo, o Tricolor deu espaço ao Timão. Aos 25′, Ramiro finalizou no contrapé de Volpi, que tentou alcançar a bola, mas acabou falhando e desviando para o fundo das redes. Imediatamente a partida esfriou. Ademais, foram marcadas 22 faltas (oito em favor do São Paulo e 14 para o Corinthians), distribuído um cartão amarelo, dois chutes a gol para cada equipe e 58% de posse de bola em favor dos mandantes.

https://twitter.com/SaoPauloFC/status/1300083290586705922?s=20

2° TEMPO

A novidade para os 45′ minutos finais foi a saída de Araos para a entrada e Luan. Logo aos 4′, Igor Vinicius foi derrubado com falta por Léo Natel. Em continuidade, o goleiro do Timão salvou o segundo gol do Tricolor, após desvio de Pablo. Por conseguinte, Fernando Diniz fez dupla substituição. Gabriel Sara e Paulinho Bóia saíram para as entradas de Igor Gomes e Brenner. Da mesma forma, Gustavo e entraram nos lugares de Cantillo e Léo Natal. Por conta do horário da partida, o rendimento de ambas as equipes caiu e poucas chances foram criadas. Todavia, o calor não foi a única coisa que aumentou. A temperatura entre Diego e Jô subiu e foi preciso os companheiros afastarem os atletas.

A fim de conquistar a vitória, Diniz colocou Toró no lugar de Luciano. Contudo, aos 27′, a defesa do São Paulo falhou e a bola sobrou para Luan na área. Ao tentar driblar, o atacante se desequilibrou e finalizou sem força para a defesa do arqueiro. Imediatamente a resposta saiu. Tchê Tchê arriscou de fora da área, mas Cássio defendeu. A entrada de Diego surtiu efeito e a marcação eficiente em cima do Jô impediu que a bola chegasse ao atacante. Quando a partida se encaminhava para a morbidez, Toró recebeu da esquerda e cruzou na cabeça de Brenner. Sem marcação, o atacante mandou para o fundo das redes e selou a vitória em favor dos donos da casa. Ademais, foram distribuídos dois cartões amarelos para o São Paulo, bem como 46% de posse de bola em favor do Corinthians.

E AGORA?

Com a vitória, o São Paulo assumiu a vice-liderança do campeonato, enquanto o Corinthians aparece ocupando a 13ª colocação com cinco pontos. Contudo, pela 7ª rodada, o Tricolor enfrentará o Atlético-MG, 5° colocado com nove pontos. O duelo será no Mineirão, na próxima quinta-feira (03), às 20h (Horário de Brasília). Por outro lado, o Timão enfrentará o Goiás, 16° colocado com quatro pontos. A partida está marcada para às 19h15 da próxima quarta-feira (02), no Estádio Hailé Pinheiro.

Foto destaque: Reprodução/Marcos Ribolli

Iara Alencar
Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Alagoas, apaixonada por esportes e com pretensão de alavancar na carreira de assessoria de comunicação ou imprensa, precisamente no âmbito esportivo (futebol de preferência). O objetivo é aperfeiçoar a construção dos textos, a fim de sair da zona de conforto dos gêneros que estou habituada a escrever (reportagens e artigos opinativos), além de abranger meus conhecimentos pessoais e profissionais. Tenho 23 anos, sou bastante comunicativa, perfeccionista em suas limitações e persistente em tudo o que faço.

Artigos Relacionados