São Paulo

O São Paulo já acumula três derrotas e dois empates em 2021. Além disso, vê seu desempenho despencar e estilo de jogo implementado por Diniz não funcionar como vinha acontecendo no ano de 2020. Estilo de jogo muito conhecido pelos amantes de futebol desde quando o técnico treinava o saudoso Grêmio Osasco Audax. Assim, o treinador valoriza muito a posse de bola, tenta efetuar um estilo agressivo e uma defesa que é proibida de dar “chutão”. Dessa maneira, praticamente obrigando o goleiro a jogar com os pés. Tal estilo chama a atenção por suas peculiaridades.

Voltando ao atual clube do treinador, o São Paulo era um dos fortes candidatos ao título do Brasileiro nessa temporada. Assim, chegou a liderar o campeonato com sete pontos de vantagem em relação ao 2° colocado. Entretanto, já na primeira partida deste ano, o clube do Morumbi caiu de produção e levou um baile do Red Bull Bragantino. Dessa forma, perdendo pelo placar de 4 x 2, em um jogo onde o Tricolor Paulista estava irreconhecível. Realmente um bombardeio de chances do time de Bragança e um São Paulo totalmente apático. Da mesma forma, problemas semelhantes aconteceram nas partidas seguintes da equipe no campeonato.

São Paulo cada vez mais visado

À primeira vista, com a liderança conquistada pelo São Paulo, o time, claro, se transforma na referência do campeonato. Logo, as equipes adversárias começam a estudar mais ainda a equipe do Morumbi. O que dificultou em muito na maneira de se jogar que o treinador Diniz põe em prática no time. Porém, na hora em que a equipe tricolor precisava mostrar uma segunda opção de jogo, com variações de jogadas, uma tática diferente da que se vem usando frequentemente, o time deixou a desejar. Isso, culminou nessa atual realidade da equipe.

Do mesmo modo, além da partida contra o RB Bragantino, isso ficou notório no jogo que valia a liderança do campeonato, contra o Internacional, pela 31ª rodada. O Colorado dominou o São Paulo por toda a partida, marcando pressão na saída de bola do time do Diniz. Assim, culminando em três dos cinco gols marcados pelo Inter, fechando o placar em 5 x 1.

https://twitter.com/playmaker_PT/status/1352319489099112454?s=19

Daniel Alves perdido no São Paulo

A contratação mais comemorada do São Paulo para essa temporada, que foi vista como solução dos problemas do time, está definitivamente perdido em campo. Por outro lado, é inegável que ele foi importante em alguns momentos para o clube. Contudo, em determinados jogos, Daniel Alves não conseguiu encontrar seu posicionamento dentro do campo. Por isso, vem fazendo péssimas partidas.

Assim, errando passes na zona intermediária do campo – que geralmente não erra -, os times adversários se aproveitam de tais erros para marcar gols na meta de Volpi. Escalado no meio de campo, ele passa a imagem que está perdido dentro das quatro linhas. Assim, Diniz demonstra que ainda não encontrou uma resposta para encaixá-lo no time. Por fim, o quanto antes o Dinizismo voltar a funcionar para encontrar uma solução para tais problemas, melhor, pois, o Campeonato Brasileiro não vai esperar o clube mais bem amado.

Foto destaque: Divulgação/Rubens Chiri/São Paulo

Gabriel Teixeira
Eu escolhi o jornalismo porque eu sempre fui muito curioso, gosto de atualidades mas principalmente o essencial para a minha escolha, foi o sonho de trabalhar com o jornalismo esportivo. O que já fiz na área? Fui editor da área de esporte de um jornal online da faculdade. Ganhei o prêmio do melhor editor do jornal, dentre outros como o editores de saúde, cidades, economia e cultura. Participei da transmissão do canal argentino do YouTube Deportes Al Taco, do jogo Brasil x Bolívia pelas eliminatórias da Copa do Mundo como jornalista da seleção brasileira. Fui apresentador de um podcast junto com um amigo, com o assunto de empreendedorismo, para um projeto da faculdade. E também fui editor-chefe de mais um projeto da faculdade onde foi desenvolvido um programa de rádio, de vídeo e o próprio podcast. Participei da montagem de roteiros, das reuniões que discutimos sobre as pautas, quem entrevistar e o modo que seria feito os programas. Objetivos: Quero ser grande no jornalismo esportivo, e ser apresentador no canal desimpedidos. E tomara que eu seja surpreendido com os meus objetivos. Personalidade: Sou um cara muito feliz, de sorriso fácil, que gosta de curtir a vida da melhor maneira e que ama sua família, namorada e amigos. Tenho uma vontade enorme de aprender, evoluir e fazer parte de grandes projetos.

Artigos Relacionados