Nesta quarta-feira (26), o São Paulo recebeu o Fortaleza, pela Copa do Brasil. A princípio, o Tricolor Paulista era favorito pelo fator casa. Contudo, o jogo de ida das quartas de final teve um final diferente do que o torcedor imaginava. Afinal, o Fortaleza conseguiu marcar dois gols e empatou a partida.

Primeiramente, a etapa inicial foi bem movimentada. Ambas as equipes tiveram grandes chances de abrir o placar. Mas somente no 2° tempo os gols saíram. Assim, o destaque foi o argentino Emiliano Rigoni, que balançou as redes duas vezes. Logo, o duelo parecia bem encaminhado para o São Paulo. Então, erros individuais e coletivos custaram caro e o Fortaleza conseguiu buscar o empate.

Dessa forma, os destaques positivos foram, além de Rigoni, Miranda e Reinaldo. Em suma, o zagueiro mostrou muita tranquilidade para neutralizar os ataques do adversário. Por outro lado, o lateral-esquerdo fez uma grande partida e deu uma assistência. Portanto, conseguiu mostrar que sua presença no time titular se faz necessário.

Em contrapartida, houveram alguns destaques negativos. Sobretudo, Tiago Volpi, que falhou no lance do primeiro gol e deu espaço para o Fortaleza crescer no jogo. Além disso, Dani Alves novamente não fez uma grande partida. Então, o lateral tem feito uma sequência de jogos abaixo do esperado. Por fim, Pablo também deixou a desejar e não conseguiu impor perigo ao gol de Marcelo Boeck.

Agora, o São Paulo tentará a classificação na Copa do Brasil em Fortaleza, no próximo dia 15. Enquanto isso, volta a campo neste domingo (29), contra o Juventude, às 16h (horário de Brasília), pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Foto Destaque: Reprodução/Alexandre Neto/Gazeta Press

Isaac Rufino
Tenho 19 anos e sou estudante de Jornalismo pela FMU, em São Paulo. Sou apaixonado por Jornalismo e todas as suas áreas, porém a minha preferência sempre foi na área esportiva. Meu primeiro objetivo é ganhar experiência na área, buscar conhecimento e aprender com os melhores, por isso estou aqui. Entretanto, ao falar sobre objetivos futuros, tenho certeza de que a minha maior meta é fazer a cobertura de uma Copa do Mundo. Me considero um cara exigente, obstinado e não me contento em ser apenas mais um. Estou aqui para mostrar a minha capacidade e galgar degraus dentro do Jornalismo.