São Paulo aciona a FIFA por dívida do River relacionada ao Pratto

O São Paulo entrou com uma representação na FIFA para cobrar mais uma dívida do River Plate relacionada ao atacante argentino Lucas Pratto. Em princípio, o clube paulista cobra dos Millonarios o valor de 4 milhões de euros (R$ 18 milhões). Esta é a segunda vez que o Tricolor aciona a entidade por uma parcela atrasada no negócio envolvendo o jogador. No final de setembro, os paulistas cobraram 2 milhões de euros vencidos no fim de julho. A venda do atleta foi acertada por 11,5 milhões de euros (R$44,4 milhões). Além disso, mais 3,5 milhões de euros (R$13,5 milhões) por metas alcançadas, no caso, títulos.

Desse modo, se a FIFA tomar uma decisão favorável ao clube brasileiro, o River pode receber severas punições, que incluem multa e proibições de registros de novos jogadores por determinado período. Em casos extremos, o clube argentino pode até ser rebaixado no campeonato nacional. A sentença da entidade pode ser alvo de apelação no CAS (Corte Arbitral do Esporte).

Ainda que os clubes possuam um bom relacionamento, o River já havia atrasado outras vezes o pagamento de parcelas. Em maio deste ano, os Tricolores até aceitaram ampliar o prazo para que fosse quitada uma parte da dívida. Além do valor integral da contratação, o Soberano tem direito a receber o bônus de 1 milhão de euros pela participação do centroavante no título da Copa Libertadores do ano passado. Pelo clube do Morumbi, o Pratto disputou 48 jogos e marcou 14 gols.

Foto destaque: Reprodução/Érico Leonan/Saopaulofc.net

Fellipe Bras
Me chamo Fellipe Bras França e tenho 20 anos. Respiro futebol 24hs por dia e sou torcedor fanático do Flamengo.

Artigos Relacionados