Santos e Vasco se enfrentam no Pacaembu na quinta-feira (27), às 20h (horário de Brasília), em jogo adiado da 3ª rodada do Campeonato Brasileiro. O trio de arbitragem será composto por Wagner Reway e os assistentes Alessandro Alvaro Rocha de Matos e Eduardo Gonçalves da Cruz.

Os pontos corridos promoveram classificações inesperadas ao longo de sua aplicação. No Brasileirão, o começo muitas vezes é quase um universo alternativo do resultado final. Quando o jogo entre os alvinegros deveria ter acontecido, São Paulo, Palmeiras e Internacional se mantinham em sétimo, oitavo e décimo lugar, respectivamente. O G6 tinha nomes como Botafogo, Atlético Paranaense e América-MG, enquanto o Paraná… Não mudou, já era lanterna.

Para os dois times em campo na noite de quinta, a situação promovia alívio uma vez que três pontos podiam levar qualquer um deles ao topo da tabela. Atualmente, o clima é de receio. O Vasco, em situação mais crítica, beira o Z4 e mantém uma distância de apenas quatro pontos do Sport, penúltimo colocado. Já o Santos viu sua invencibilidade cair diante do time misto do Cruzeiro, e se distanciou ainda mais da zona classificatória da Libertadores.

Santos

Após perder de virada para o Cruzeiro, o Santos trabalha para reconstruir o caminho a ser trilhado para conquistar uma vaga entre os seis primeiros. O jogo no Mineirão prejudicou o acesso numa ação colaborativa com o Atlético Paranaense e o Fluminense, que venceram e jogaram o Peixe para a 11ª colocação, penúltima da zona da Sul-Americana.

Cuca ainda implanta uma organização um pouco obstruída pelo elenco, que por vezes carece de jogadores sem constância – o que é normal. Rodrygo é o símbolo desse momento, sendo um dos nomes que mais atrapalhou ao não ajudar o conjunto, como no jogo contra o São Paulo.

Mesmo assim, as ações em campo tem boa cadência e tem capacidade para superar a reformulada equipe carioca. As maiores preocupações são para o jogo contra o Corinthians, que pode contar com desfalques de Rodrygo, Sánchez e Derlis González, todos convocados para suas seleções.

https://twitter.com/SantosFC/status/1044996651931377667

Provável escalação: Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Carlos Sánchez e Diego Pituca; Rodrygo, Gabriel B. e Bruno Henrique. Técnico: Cuca.

Vasco

O Gigante da Colina deixou a zona vermelha na última rodada após vencer o Bahia por 2 x 1 em São Januário. Aos poucos, Alberto Valentim altera o formato de jogo do clube e alimenta a esperança de escapar do quarto rebaixamento da equipe em dez anos.

O treinador chegou há quase um mês e acumula fracassos – inclusive contra o Peixe. Talvez por isso segue reformulando o elenco e atualmente aposta em nomes novos para se consolidar. Dudu, Rafael França, Rodrigo e Hugo Borges são atletas sub-20 promovidos ao time principal e ilustram a atual ousadia e desespero cruz-maltino.

Alimentando a ansiedade, nomes relevantes desfalcam 16º colocado da tabela. Maxi López estava pendurado recebeu cartão amarelo, então cumprirá suspensão. Bruno Silva, Desábato e Raul estão lesionados e também se manterão ausentes. Caio Monteiro, Vinicius Araújo, Breno e Werley podem entrar em campo por estarem em estágio avançado de recuperação.

https://twitter.com/VascodaGama/status/1044655355899392000

Provável escalação: Martín Silva; Lenon, Luiz Gustavo, Leandro Castán e Ramon; Willian Maranhão, Thiago Galhardo, Fabrício, Marrony e Yago Pikachu; Andrés Ríos. Técnico: Alberto Valentim.

Retrospecto

Foram 96 jogos entre as duas equipes e com exato equilíbrio nos jogos. São 33 vitórias para cada lado e 30 empates. Entretanto, como mandante, o Santos tem larga vantagem, vencendo 24, empatando 13 e perdendo oito. Pelo Brasileirão o aproveitamento em casa cai 3%, sendo de 50%, com 15-10-5.

Tiago Souza
Formado em jornalismo pela Universidade São Judas, atuei em diversas áreas de maneira colaborativa. Sou viciado em informação e, por isso, estudo todos os dias sobre futebol e videogames, tendo essas duas vertentes como pilares da minha personalidade. Apesar de levar esses temas muito a sério, tenho a plena noção de que, sem o amor e a descontração, nenhuma delas existiria de forma tão espetacular como são hoje.

Artigos Relacionados