Matheusinho

O Santos negocia a compra de Matheusinho, de 22 anos, com o América-MG. No entanto, a equipe paulista sofreu punição da FIFA e não pode o registrar, ao menos por enquanto. Sendo assim, os clubes entraram em um acordo, que prevê prioridade ao Peixe, para compra futura. Inicialmente, o Coelho pediu R$ 3 milhões. Mas, aceitou abater o valor em sua pendência de R$ 1,8 milhões, por Leandro Donizete.

MATHEUSINHO

O meia-atacante iniciou sua carreira aos 13 anos, na base do América. Logo, aos 18, foi para a equipe principal. Em sua trajetória, fez parte do plantel campeão do Campeonato Mineiro 2016 e da série B do Campeonato Brasileiro 2017. Durante o último, sofreu uma lesão no joelho direito. Assim, só voltou aos jogos em 2018. Já em 2020, disputou os sete jogos da série B, onde fez um gol e deu uma assistência. Em julho, foi elogiado por Lisca, que afirmou o ver como destaque no mercado. Além disso, cravou que o jovem seria alvo de clubes brasileiros e do exterior.

ACORDO

De antemão, o Coelho queria o valor de R$ 3 milhões para liberar a jovem promessa. Porém, os mineiros têm um débito com os santistas, pelo empréstimo de Leandro Donizete. Desse modo, os clubes acertaram o valor de R$ 1,2 milhões, abatendo a dívida. Todavia, o Santos foi punido pela FIFA e não pode registrar novos jogadores, pois não quitou a transferência do zagueiro Cléber Reis, contratado em 2017.

Em virtude do bloqueio, o América concordou em dar prioridade na compra de sua joia. Assim, a contratação será oficializada após o fim da punição. Ademais, as equipes ainda estão vendo qual será a forma de pagamento. Ainda, o Peixe está negociando com o volante Elias, afim de concretizar a compra, quando puder o registrar.

https://twitter.com/portaldoamerica/status/1301990149304320003

Foto Destaque: Reprodução/Mourão Panda/América

 

Avatar
Fernanda Gontijo
Sou estudante de jornalismo, na Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Sempre fui muito comunicativa, amo escrever e por também ser desinibida para falar em público, considero o curso a minha cara. Além disso, amo futebol e vou ao estádio sempre que possível. À vista disso, produzo textos para o FNV e também participo do podcast Rainhas da Bola, apresentando boletins semanais sobre o futebol feminino na Itália. Ademais, sou social media da maior torcida organizada do Brasil, os Gaviões da Fiel.

Artigos Relacionados