Nesta sexta-feira (9), o Hamburgo tirou o processo contra o Santos na FIFA. A dívida válida é pela compra do zagueiro Cléber Reis. Assim, o Peixe foi liberado para contratar, porém até dia 12, pois Huachipato e Atlético Nacional irão bloquear o time novamente. Enquanto isso, o clube corre para contratar jogadores.

Sobre o desbloqueio da FIFA, o Alvinegro corria risco de perder seis pontos no dia 13 de outubro. No entanto, o time conseguiu a liberação, mas há outros dois. Porém, a equipe tem até dia 13, também, para anunciar e inscrever atletas. A partir dessa data estará bloqueado novamente. O Santos teria de pagar, com juros, 4,3 milhões de euros. Com as negociações, deverá pagar 2,5 milhões à vista (cerca de R$ 16,45 milhões) e outras três parcelas de 200 mil euros (aproximadamente R$1,3 milhão).

REFORÇOS NO SANTOS

O primeiro reforço é Laércio, zagueiro vice-campeão do Campeonato Gaúcho. Ele rescindiu com o Caxias e já treinava sob supervisão no clube. O defensor chega com custo apenas dos salários. Zé Welison, cotado para reforçar  a equipe praiana, não irá para o time. O presidente, Orlando Rollo, nega que há acordo para que o atleta chegue. O jogador treinava separado no Atlético-MG.

Elias era um outro contratado, mas não quis esperar pela liberação e fechou com o Bahia. O profissional já estava treinando no CT Rei PeléCopete retornou ao Peixe após empréstimo. O Santos quer regularizá-lo para que possa ser reserva de Felipe Jonathan, que só há ele na posição atualmente.

Robinho é um nome forte entre alguns torcedores e por parte da diretoria. Contudo, ele responde por processo após estuprar uma mulher na Itália. Porém, o atacante se esforça para voltar ao lugar que começou, pedindo apenas 10 reais para os primeiros três meses, 60% do salário até março e 500 mil depois. Assim, a torcida e alguns membros da gestão se animam. O jogador também pede dois anos de contrato.

Foto Destaque: Reprodução/Twitter/Lucas Musetti

Gabriel Yudi Gati Isii
Gabriel Yudi Gati Isii
Escolhi jornalismo porque tenho paixão pelo futebol. Faço faculdade na PUC-SP e já estudei na Etec Albert Einstein. Meu sonho é viver do esporte que admiro.

Artigos Relacionados