Santa Cruz Didira

Mesmo em meio as festividades natalinas e de fim de ano, não faltou trabalho nas Repúblicas Independentes do Arruda. Isto porque, apesar do recesso para os jogadores, a última segunda-feira (23) foi movimentada no Santa Cruz. Pois, a diretoria anunciou, no mesmo dia, três novos reforços para 2020. Tratam-se do meia-atacante Didira, ex-CSA, e dos laterais direitos Júnior, ex-CRB,  e Toty. No dia seguinte, foi a vez da confirmação da contratação do volante Paulinho, ex-São Bento. Além deles, o clube busca fechar negócio com o atacante Reis e o volante Fabrício, ex-Sport.

DIDIRA

Dessa forma, com o peso de ser a maior contratação para a temporada, até o momento, Didira chega ao Santa Cruz após quatro anos no CSA. Com 31 anos, ele participou da campanha de ressurgimento do Azulão alagoano, que saiu da quarta divisão até a Série A em 2019, quando foi rebaixado. No Tricolor, o contrato vai até o final da Série C de 2020. No entanto, o meia-atacante tem uma larga história no futebol de Alagoas, já que foi revelado pelo ASA, em 2009, e coleciona sete temporadas, em Arapiraca. Após, teve uma rápida passagem pelo Atlético-MG e pelo ABC, mas foi no Azulão do Mutange que se tornou ídolo ao comandar a equipe no acesso à Série A em 2018.

JÚNIOR

Segundo nome anunciado no pacotão de Natal, Júnior desembarca em Recife após passagem apagada pelo CRB, em 2019. Na Série B, foi pouco utilizado com apenas três partidas, mas no primeiro semestre teve maior frequência em campo pelo Pajuçara. Alagoano, o lateral-direito, de 27 anos, viveu seu grande momento na carreira nos anos de 2017 e 2018 vestindo a camisa do Paraná. Na Série A do ano passado, disputou 22 jogos e realizou 65 desarmes pelo clube paranaense, onde ainda marcou um gol. No entanto, não conseguiu evitar o rebaixamento à Série B. No Santa Cruz, o contrato vai até o final da Série C 2020.

TOTY

Pernambucano, de 28 anos, Toty é lateral-direito e chega ao Arruda com o aval do técnico Itamar Schulle, com quem trabalhou no Cuiabá, em 2019. Pelo Dourado, disputou 46 partidas, sendo 26 pela Série B, e marcou um gol. Curiosamente, o atleta foi revelado no rival, Sport, mas não teve sequência no time principal. Após perambular por clubes nordestinos, se destacou no Salgueiro, onde realizou 76 jogos, marcando quatro gols, e sendo vice-campeão pernambucano, em 2017. Em seguida, passou pelo Brasil de Pelotas até atuar pelo Cuiabá. Versátil, além da lateral, o jogador faz a função de ponta direita.

PAULINHO

Por fim, contratado na véspera de Natal, Paulinho é volante, tem 30 anos, e disputou a última Série B pelo São Bento, onde foi rebaixado à Série C. Na carreira, o maior destaque veio em outro rival do Santa Cruz, o Náutico, em 2014. Pelo Alvirrubro de Rosa e Silva, foram disputadas 26 partidas com quatro gols marcados. Além de Pernambuco, coleciona passagens pelo Internacional, Guarani, Figueirense, Ituano, Ponte Preta, Paysandú e Atlético-GO. No Tricolor Pernambucano, vai disputar posição com Bileu e Júlio Romão, recém-contratados para 2020.

SANTA CRUZ MIRA REIS E FABRÍCIO

Após anunciar os quatro reforços, o Santa Cruz se volta para confirmar as contratações de mais dois atletas para o elenco de 2020. Dessa forma, no radar estão o atacante Reis e o volante Fabrício. No entanto, as negociações deram uma esfriada nos últimos dias, mas a diretoria coral mantém o otimismo em fechar com os jogadores.

Quanto ao atacante, no momento, o impasse é a questão salarial. Além disso, o atleta aguarda receber propostas de clubes da Série B, antes de decidir ir para o Santa Cruz, que jogará a Série C em 2020. Em 2019, Reis atuou pelo Criciúma em 46 partidas, onde marcou três gols. O executivo de futebol da Cobra Coral, Nei Pandolfo, falou sobre a negociação ao site Superesportes, de Pernambuco:

Não chegamos a um denominador comum com o Reis e ficamos de aguardar um pouco mais. Os valores não ficaram muito distantes, mas o jogador está aguardando outras propostas. Porém, é como eu falo em algumas negociações. É melhor ir para um clube que será protagonista em uma Série C do que ir para outro que será um possível candidato ao rebaixamento na Série B. Isso serve da Série B para a Série A também.“, pontuou Pandolfo.

Já em relação ao volante Fabrício, revelado no Sport, mas que atuou no futebol da Letônia, em 2019, Pandolfo não descarta a contratação. No entanto, afirmou que a negociação segue emperrada: “Não podemos descartar nenhuma negociação. Não descartamos uma segunda rodada de negociação. Mas, no momento, essa é uma negociação que não está ativa“.

ELENCO DO SANTA CRUZ

Assim, em 2020, o Santa Cruz tem como grande objetivo o acesso à Série B do Campeonato Brasileiro. No entanto, antes, disputa o Campeonato Pernambucano, a Copa do Nordeste e a Copa do Brasil. No estadual e regional, vai em busca do título. Para tanto, mescla o elenco com atletas experientes e jovens. Ao todo, já foram anunciadas onze contratações. Além das recentes aquisições, o clube já havia fechado com o goleiro Carlos Miguel, os volantes Júlio Romão e Bileu, o meia Diogo, os atacantes Mayco e Pedro Maycon e o zagueiro Feliphe Gabriel.

Foto Destaque: Reprodução / Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas

Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

Artigos Relacionados