Representantes do Grupo City conhecem instalações do Bahia

Em fase final de negociação para compra do Esporte Clube Bahia, representantes do Grupo City vieram até Salvador na última terça-feira (10) e conheceram as instalações do seu provável novo clube. A informação foi pelo influenciador do Bahia e proprietário dos canais Sou Mais Bahia e SMB Lives, Matheus Barbaço. De acordo com o mesmo, além do CT Evaristo de Macedo, foram até a Arena Fonte Nova e ao Fazendão.

A tendência, é de que o conglomerado árabe permaneça na capital baiana até esta quinta-feira (12). Às primeiras impressões do CFG foram positivas. Assim, os baianos vivem a expectativa de que a proposta chegue ao Conselho Deliberativo. Mas enquanto isso não acontece, o City Football Group já está trabalhando para fazer do Bahia, uma potência nacional levando os melhores de cada time. Em suma, tem conversas avançadas com o Coordenador das Categorias de Base do Palmeiras, João Paulo Sampaio e o Diretor de Futebol do São Paulo, Rui Costa.

Entrevista de Bellintani

Dessa forma, em uma reunião com sócios no final de abril, o presidente Guilherme Bellintani, adiantou que segue em negociação com um grupo interessado na aquisição da SAF do clube, mas que ainda não tem prazo para entrega de proposta. Ele deixou clara a preferência por um projeto que englobe o pagamento de dívidas do clube. Em evento realizado no último dia 27, ocorreu a posse da Acelen, refinaria no estado da Bahia, como nova patrocinadora do clube. Além disso, o mandatário tricolor falou das tratativas para assinatura do acordo.

“Estamos em uma reta final, mas o tempo será o necessário para fazer uma coisa madura e cuidadosa. Eu quero que daqui a 10, 20, 30 anos, nós olhemos para trás e vejamos que o cuidado que tivemos neste momento foi muito importante para que o projeto nasça com estrutura, tenha longevidade e traga satisfação para o torcedor, que é um clube mais competitivo, que tenha uma melhoria esportiva, dispute campeonatos de alto nível. Resguardar a história do Bahia e ao mesmo tempo formar um clube mais competitivo. Todo cuidado é pouco, mas não precisamos gastar mais tempo que o necessário”, contou.

foto destaque: Felipe Oliveira/EC Bahia

Caio Santos
Jornalista Esportivo, 23 anos, apaixonado por esportes. Na minha carreira, almejo ser comentarista de futebol e o meu maior sonho é cobrir uma Copa do Mundo.

Deixe um comentário