Neste domingo (31), a torcida tricolor vai relembrar um capítulo vitorioso do clube, isso porque a TV Globo reexibirá o jogo válido pela 35ª rodada do Brasileirão de 2012, entre Palmeiras e Fluminense. A reprise começa a partir das 16h (horário de Brasília).

A partida promete mexer com a emoção dos torcedores, ainda mais que ela resultou na conquista do título nacional de 2012 e, consequentemente, no tetracampeonato brasileiro. Aliás, uma das principais peças dessa conquista se mostrou ansioso para reprise. O zagueiro Digão aproveitou para convidar os Tricolores à relembrar.

“Domingo é dia de reunir a família na frente da TV, fazer uma pipoca e assistir o nosso Fluzão campeão. Vai ser gostoso demais relembrar aquele momento único. Vai ser muito emocionante relembrar esse jogo. Convido todos os tricolores para assistir o nosso Fluzão campeão no domingo.”

TRAJETÓRIA DA CONQUISTA

Digão exaltou a importância que o título teve em sua vida, principalmente pelo fato de ter subido para o profissional do Fluminense em 2008 e realizar sua estreia em 2009. Ou seja, ele passou a aflição da luta para fugir do rebaixamento até a alegria em se sagrar campeão nacional.

“O título de 2012 foi muito importante. Ter participado da arrancada de 2009 foi muito legal, mas o que marca a carreira de um atleta são títulos. Fiquei muito feliz de ter conquistado dois Brasileiros com o Fluminense. E 2012, especificamente, foi muito bacana. É uma conquista que vou levar no coração e na memória para o resto da minha vida.”

DIGÃO RELEMBRA A CONFIANÇA DO ELENCO

Visto que a equipe tricolor teve uma semana inteira livre para se preparar para o confronto, o elenco viajou para Presidente Prudente com um componente a mais na bagagem: a confiança. E o camisa 26 relembrou alguns dos momentos desse jogo.

“Lembro como se fosse hoje aquele jogo lá em Presidente Prudente. Tínhamos confiança total. Não só naquele jogo, mas em todos os jogos naquele campeonato entrávamos em campo com sede de ganhar, independente quem entrava para jogar. Quem entrava estava sempre na mesma sintonia de quem saía. Isso fez o Fluminense forte, campeão. Até mesmo quando a gente jogava mal, o Diego Cavalieri pegava tudo lá atrás e o Fred lá na frente fazendo gols. Estava todo mundo na ponta dos cascos, querendo a mesma coisa.”

FESTA DO TÍTULO EM TRÊS CORES

O Fluminense garantiu o triunfo por 3 x 2 com dois gols de Fred e um contra de Maurício Ramos. A comemoração explodiu com o apito final do juiz, mas só terminou no Rio de Janeiro, onde torcedores se reuniram no aeroporto do Galeão e em Laranjeiras para receber os campeões. Porém, um susto com o avião que trazia a delegação de volta para a Cidade Maravilhosa ficou marcado na memória de Digão.

“O curioso desse jogo decisivo não foi nem a semana, mas o pós-jogo, a volta para o Rio de Janeiro. O avião teve um problema, quase “deu ruim” para todo mundo. Mas conseguimos pousar bem e a torcida nos recebeu de braços abertos no Galeão. Saímos em trio elétrico para Laranjeiras, aquilo ali é um momento inesquecível, que fica marcado e sempre esperando repetir isso. É gostoso ganhar títulos e o Fluminense é um clube que não pode ficar muito tempo sem ganhar. Esperamos no futuro repetir isso para deixar a torcida feliz e guardar mais momentos inesquecíveis.”

https://twitter.com/FluminenseFC/status/1266810358192373760?s=19

Foto Destaque: Reprodução/Nelson Perez/FFC

Tathiane Marques
Tathiane Marques
Na verdade, não fui eu que escolhi o jornalismo e sim ele que me escolheu. Sem dúvidas, a profissão é como um oceano que precisa ser desvendado na sua profundeza, só assim é possível conhecer e respeitar toda sua beleza.

Artigos Relacionados