Ramon destaca a Ponte Preta na partida contra o Bahia: “Temos totais condições de fazer um grande jogo”

Acima de tudo, a Ponte Preta treinou nesta quinta-feira (19) e já seguiu viagem para Salvador. Do mesmo modo, deve aterrissar no final da tarde e o aniversariante do dia, o volante Ramon – que completa 25 anos – já vestiu a camisa do Bahia, adversário da noite na próxima sexta-feira  (20). Assim também, sabe bem o que esperar do adversário.

“O Bahia é um dos melhores times da competição, muito qualificado, mas temos totais condições de fazer um grande jogo. Trabalhamos bem durante a semana, professor encontrou boas alternativas para chegarmos e fazermos uma boa partida, em busca dos três pontos”, afirma.

Juntamente com isso, o Bahia está em boa fase – na terceira colocação da série B, com 13 pontos conquistados (cinco a mais que a Macaca), a partida é na casa adversária, na opinião de Ramon a Veterana não deve abdicar de jogar.

“Não podemos fugir do nosso estilo, criamos a identidade de ser agressivos, pressionar o adversário, e vamos fazer isso.  Não tem outro caminho e é foco total para cumprir nosso objetivo”, garante.

Ponte Preta

Nesse ínterim, o volante aniversariante conclui:

“Temos a missão de ir até lá pontuar, então podem esperar time bem agressivo, que vai querer jogar. Estamos tranquilos, trabalhamos bem nesta semana e vamos dar tudo para fazer nosso papel em campo.”

Por fim, segundo o site oGol, os times se enfrentam 21  vezes. Por exemplo, a vantagem para o clube de Salvador com 11 triunfos, seis empates e apenas quatro derrotas. Bem como, o último confronto entre os times foi disputado em 5 de novembro de 2017, onde o Tricolor de Aço saiu vitorioso pelo placar de 2 x 0. Ainda assim, disputado na capital baiana.

Vale lembrar, a última vez que os paulistas foram vitoriosos, foi em 11 de novembro de 2008. Ou seja, são 10 jogos de invencibilidade dos mandantes.

Foto destaque: Divulgação/PontePress/Álvaro Jr

Ainah Carvalho
Jornalista, apresentadora e apaixonada por futebol! Desde pequena eu sabia que tinha nascido para atuar em algo ligado ao esporte e cada vez mais tenho certeza que quero isso pra mim.