Quase um time inteiro do São Paulo não viaja para o Chile

Nesta quarta-feira (4), a delegação do São Paulo viajou para o Chile. Afinal, o clube brasileiro irá enfrentar o Everton pela 4ª rodada da Copa Sul-Americana. Assim, o Tricolor pode garantir a classificação às oitavas de final da competição de maneira antecipada. Contudo, alguns jogadores não viajaram por opção técnica e serão preservados para o Brasileirão.

Embora o duelo possa garantir o São Paulo de vez na próxima fase, Ceni opta por ir com um time alternativo. A que a equipe garantiu cinco pontos de vantagem em relação ao 2° colocado e os confrontos seguintes na competição serão no Morumbi. Portanto, entende-se que o ambiente é tranquilo e a classificação é dada quase que como certa.

A saber, diversos atletas do São Paulo se que viajaram para o Chile. Inclusive, alguns dos principais jogadores do Tricolor Paulista. Decerto, por questões físicas, Sara, Volpi e Nikão ficaram no Brasil. Além disso, por opção técnica, Rafinha, Andrés Colorado, Nestor, Igor Gomes, Calleri, Diego Costa e Allison também não estão com a delegação. Por fim, André Anderson não está inscrito na Copa Sul-Americana e fica na em São Paulo.

Portanto, 11 jogadores são-paulinos não vão estar à disposição de Rogério Ceni. Portanto, há grandes chances destes que ficarem no Brasil serem titulares contra o Fortaleza, pela 5ª rodada do Brasileirão. Assim, muitos atletas da base devem ter uma oportunidade.

O São Paulo joga contra o Everton nesta quinta-feira (5), às 19h15 (horário de Brasília), no Chile, pela 4ª rodada da Copa Sul-Americana.

Foto Destaque: Divulgação/Rubens Chiri/São Paulo

Isaac Rufino
Tenho 19 anos e sou estudante de Jornalismo pela FMU, em São Paulo. Sou apaixonado por Jornalismo e todas as suas áreas, porém a minha preferência sempre foi na área esportiva. Meu primeiro objetivo é ganhar experiência na área, buscar conhecimento e aprender com os melhores, por isso estou aqui. Entretanto, ao falar sobre objetivos futuros, tenho certeza de que a minha maior meta é fazer a cobertura de uma Copa do Mundo. Me considero um cara exigente, obstinado e não me contento em ser apenas mais um. Estou aqui para mostrar a minha capacidade e galgar degraus dentro do Jornalismo.