Presidente San Lorenzo

No início da tarde desta sexta-feira (23), o presidente do San Lorenzo revelou, pelas suas redes sociais, que sofreu ameaças feitas por torcedores do próprio clube. A princípio, os ataques teriam começado após mais um resultado negativo conquistado pela equipe.

Já que esta semana o Ciclone perdeu na estreia da Copa Sul-americana diante do Huachipato, do Chile. Em suma, Marcelo Tinelli contou pelo Instagram que ele e seus filhos foram intimidados e detalhou as providências legais que seguiu nesse sentido.

Presidente San Lorenzo

Decerto, a equipe de Boedo não vive uma boa fase. Apesar de estar em 4º lugar no Campeonato Argentino, o time vem de uma eliminação da etapa classificatória para fase de grupos da Libertadores da América. Uma vez que o elenco foi superado pelo Santos jogando no Nuevo Gasómetro, e só ficou no empate com o Alvinegro Paulista quando veio ao Brasil. Além disso, a derrota na última quarta-feira (21), aumentou a insatisfação dos seus torcedores.

Portanto, em sua rede social, Tinelli fez questão de contar o ocorrido. Em síntese, o comandante demonstrou a preocupação com o bem-estar da sua família. Em seguida, declarou que a impunidade para os responsáveis por este ato deve acabar:

“Quanta loucura, quanta agressão. Que momento difícil de ódio que vivemos. Eles me ameaçam nas redes sociais e no WhatsApp, ameaçam meus filhos. E tudo isso por … resultados de futebol (sim, é por isso). Parece loucura, mas é assim ” , escreveu Tinelli.

E acrescentou: “Ontem à noite fiz a denúncia correspondente na Procuradoria-Geral da Cidade. A impunidade para essas pessoas violentas, que se refugiam na ‘defesa dos interesses e das cores do clube'”, deve acabar neste momento difícil.

Próximo compromisso do San Lorenzo

Contudo, apesar da situação, o presidente do San Lorenzo precisa voltar seus atenções ao clube. Afinal, o time entra em campo já neste domingo (25) pelo Campeonato Argentino 2021. Em síntese, o Ciclone visita o River Plate no Monumental de Núñez, às 18h (horário de Brasília). Por fim, a equipe está em 4ª lugar no Grupo A e precisa da vitória para se manter na briga pela classificação para a próxima fase do torneio.

Foto destaque: Reprodução/TyC Sports

Carlos Soares
Carlos Soares
Além da enorme paixão pelo esporte, eu sempre tive facilidade com a comunicação no geral. É uma habilidade que me destaca em qualquer ambiente que esteja. O desejo de fazer jornalismo surgiu devido a vontade de fazer com que essa aptidão possa me proporcionar grandes desafios em minha carreira profissional, principalmente na área esportiva. Ao ingressar na faculdade e estagiar na área, descobri diversas abordagens diferentes que o jornalismo pode ter e a quantidade de histórias que estão esperando para serem contatadas. O que fez eu me interessar ainda mais pela profissão e querer desempenhar um fazer jornalístico objetivo e de qualidade.