Portuguesa-RJ

Um dos times mais tradicionais do futebol carioca, a Portuguesa-RJ enfrenta uma temporada repleta de novidades. Após mais uma participação no Campeonato Carioca, a equipe sediada no famoso bairro da Ilha do Governador está com a atenção voltada para o Campeonato Brasileiro da Série D. Mas mesmo com um baixo orçamento, os lusitanos esperam surpreender e ascender a uma das quatro vagas destinadas à terceira divisão do futebol nacional.

E há motivos para sonhar: Em oito partidas disputadas a Lusa conquistou três vitórias e está na briga por uma vaga nas oitavas de final. Na última quinta-feira, o time venceu o Cascavel-PR por 2 x 1 e embolou o grupo. No próximo domingo, a Portuguesa-RJ visita o Mirassol em São Paulo, visando, portanto, entrar na zona de classificação à próxima fase.

Treinando junto ao elenco principal da Lusa, está o goleiro Renan Costa. Mesmo que não tenha disputado nenhuma partida da competição nacional, aos 19 anos o jogador sonha com uma oportunidade de defender o gol do time principal pela primeira vez. Mas ele enfrenta a concorrência do reserva imediato Victor Hugo, além do titular Milton Raphael, que já jogou pelo Botafogo e futebol português.

CARREIRA RECHEADA POR DESAFIOS

Após passar por diversos times de futsal no interior do Rio de Janeiro, Renan começou a jogar como goleiro das categorias de base do Fluminense. Mas a falta de chances no tricolor carioca fez com que o jogador buscasse uma oportunidade no Nova Iguaçu. No Carrossel da Baixada ele começou bem, mas foi atrapalhado por uma série de lesões.

“Foi um período muito difícil da minha vida. Tive uma lesão no ombro e outra no joelho. Com isso, pensei em parar de jogar e focar no trabalho e nos estudos”.

Após pedir dispensa do Nova Iguaçu, foi levado por um amigo para treinar na Portuguesa-RJ. Entretanto, o que seria apenas um teste se tornou uma oportunidade para o goleiro, que assinou um contrato com o clube para integrar o elenco do sub-20.

         “Graças a Deus, muitas pessoas trabalharam para que eu chegasse na Portuguesa. Sou muito grato a todos pela oportunidade que me deram”.

https://twitter.com/nanvictor12/status/1239273756087988224?s=21

DESTAQUE NA BASE FOI CAMINHO AO PROFISSIONAL

O bom trabalho realizado nas categorias de base fez com a Portuguesa oferecesse a Renan um contrato profissional, assinado no mês de setembro. Entretanto, antes disso, o jogador já havia sido relacionado para alguns jogos da equipe principal pelo Campeonato Carioca de 2020. Na última rodada da Taça Rio, ele viu do banco a boa atuação do companheiro Milton Raphael que ajudou o time a segurar um empate contra o Botafogo. Todavia, ele também chegou a ser relacionado para um duelo diante do Boavista.

Mesmo que ainda atue mais pelo Sub-20 do que propriamente pela equipe de cima, Renan acredita que a possibilidade de disputar os campeonatos de base com a equipe possa ajudar em seu amadurecimento profissional. Portanto, participar dessa integração se torna vital para o atleta, que busca melhorar cada vez e se estabilizar no time.

                                       “A base é que faz jogador. Sem ela, não existe futebol“.

SONHOS E OBJETIVOS PARA O FUTURO

Renan se divide entre os treinos e compromissos dos times de base e do profissional da Portuguesa. O jovem goleiro disputa atualmente o Campeonato Carioca sub-20 com o time. O objetivo dos jogadores é garantir uma das oito vagas para a próxima Copa São Paulo de Futebol Júnior, tradicional competição que costuma revelar craques para o futebol brasileiro.

Com a campanha, Renan busca se consolidar de vez e chamar a atenção do técnico do time principal Felipe Surian, para que possa ter a chance de atuar pelo time profissional. Todavia, ele também tem sonhos a longo prazo.

Sonho em conseguir ajudar a minha família, ter uma grande carreira e quem sabe, ter uma chance na seleção brasileira“.

Com o goleiro atuando entre os titulares, o sub-20 da Portuguesa-RJ joga no próximo sábado contra o Friburguense pela terceira rodada da Taça Rio. Entretanto, há a possibilidade do arqueiro estar no banco de reservas em algum jogo oficial da equipe na Série D durante a temporada.

Foto destaque: Reprodução/ Portuguesa/ Nathan Diniz

Avatar
Lucca Smarrito
Desde pequeno sou apaixonado por esportes, principalmente futebol. Decidi fazer Jornalismo justamente porque amo escrever e trabalhar nesta área, principalmente a qual eu sonho, seria fantástico. Já participei da cobertura de um jogo da Suburbana de Curitiba em 2019 como comentarista, através de um projeto ofertado pela Universidade, além de ter escrito artigos de opinião e participado dos programas esportivos de rádio do curso. Também tenho uma página no Instagram não oficial sobre meu time. Acredito fielmente na importância do mesmo como um instrumento de inclusão social e fortalecimento de laços dentro da nossa sociedade, bem como a formação do caráter de um ser humano e sua capacidade de apaixonar e socializar. Sou estudante do segundo ano de Jornalismo da PUC-PR e tenho o objetivo e é claro, o sonho, de cobrir grandes eventos do mundo esportivo, tais como a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos. Sou uma pessoa extremamente dedicada e estou sempre interessado em aprender coisas novas, para adquirir o máximo de conhecimento possível nesta profissão tão incrível como o Jornalismo.

Artigos Relacionados