Por nova classificação, Oeste precisará lidar com viagens longas na segunda fase do Sub-20

Dono da segunda melhor campanha do Grupo 7 na primeira fase do Campeonato Paulista, o Sub-20 do Oeste terá que lidar com uma nova adversidade – além dos seus rivais – na sequência da disputa pela conquista da classificação.

Essa será a longa distância percorrida durante as próximas semanas, pois diferente da etapa anterior do Estadual, o Rubrão não irá enfrentar times das cidades vizinhas e precisará literalmente cair na estrada ao visitar Penapolense, Tanabi e Ponte Preta.

No entanto, para encarar os pouco mais de 1.000 km nesta segunda fase, o Oeste está preparado. Diante disso, o técnico Marcondes destaca o planejamento realizado visando os próximos compromissos no Campeonato Paulista.

“A logística do Oeste está ajudando bastante a nossa garotada, dando todo o suporte necessário ao organizar de sairmos um dia antes. Fator muito importante, pois assim tem tempo de chegar no hotel, dar uma descansada e no dia seguinte jogar. Não teremos problema de cansaço mental e nem físico para os jogadores”, explicou.

Como efeito de comparação, o Rubrão viajou durante a primeira fase do estadual cerca de 140 km. Enquanto nesta nova etapa do campeonato o time de Barueri irá percorrer 1.016 km para enfrentar os seus rivais.

1º desafio

O primeiro compromisso do Oeste na segunda fase do Paulista será nesta quinta-feira (14/10), quando visitará o Tanabi. Pensando neste próximo embate, o técnico Marcondes ressalta a expectativa que possui para encarar esse primeiro duelo.

“Assim como na primeira vamos encarar os nossos adversários dessa próxima fase com muito respeito. Já estamos nos preparando para enfrentar o Tanabi fora de casa em busca da vitória, e se não conseguirmos vencer, queremos sair de Tanabi com pelo menos o empate. Esse é o nosso objetivo”, concluiu.

Foto Destaque: Divulgação/Alex Caús/Oeste

Redação FNV

Deixe um comentário