Devido ao processo eleitoral de desincompatibilização, Cláudio Wagner, conhecido como Cláudio da Van, solicitou afastamento da presidência do Bragantino-PA, o Tubarão do Caeté. O dirigente será candidato à reeleição na Câmara Municipal de Bragança, no Pará. Cláudio foi reeleito presidente do Bragantino para o biênio 2020/21.

“Sou vereador e vice-presidente da Câmara na minha cidade, e Bragança tá passando por momento difíceis. Preciso estar mais atento. No Bragantino a gente recebe valores em patrocínios, e não em recursos próprios ou verbas. Então, segundo a Lei, eu poderia continuar, mas achei melhor deixar o Braga em boas mãos, que são a do Paulinho (Paulo Corrêa), e com isso quem ganha é o futebol”, afirmou o agora ex-presidente Cláudio Wagner.

O ofício foi encaminhado ao presidente do Conselho Deliberativo do Tubarão, Marcelo Braun, que acatou o pedido do presidente. Sem perder tempo, o presidente do conselho nomeou o professor Paulo Correa, conhecido como Paulinho, como interino, em portaria assinada.

Um dos representantes paraenses na Série D do Campeonato Brasileiro e no Campeonato Paraense, o Bragantino busca boas campanhas no ano para conquistar acensões e tem a força da torcida para ser empurrado. Paulinho prometeu seguir o projeto do presidente Cláudio Wagner de classificar o Bragantino a fase semifinal do Parazão e subir para Série C do Brasileiro.

Distribuição de máscaras

Nesta sexta-feira (22), equipes do Clube distribuíram máscaras personalizadas nos principais pontos da cidade de Bragança. Assim, foram aproximadamente três mil unidades distribuídas em filas de agências bancárias, supermercados e em áreas periféricas do município. Os dirigentes fizeram ajustes para que a ação ocorresse com organização e segurança.

Posteriormente, o Bragantino aguarda a reunião para acertar detalhes sobre a volta do Campeonato Paraense. Isso acontece após o clube receber R$ 200 mil do governo do estado, por disputar o Campeonato Brasileiro da Série D.

Divulgação Bragantino-PA
Divulgação Bragantino-PA

 

Iago Almeida
Iago de Almeida Silva. Nasci em Seritinga, interior de Minas Gerais, e moro em Varginha, também em Minas. 26 anos. Formado em Jornalismo pelo Centro Universitário do Sul de Minas - UNIS. Quando pequeno, queria aparecer em câmeras; na faculdade, conheci as áreas que envolvem a profissão escolhida; formado, não recuso e não tenho medo de desafios; e, acima de tudo, amo as palavras e o amplo conhecimento por trás delas. Uma frase que me motiva: "O futuro não se encaixa nos contentores do passado" - Rishad Tobaccowala".

Artigos Relacionados