Desde já, nesta sexta-feira (7),  Ponte Preta x Juventude duelaram no Estádio Dr. José Lancha Filho, em Franca e a partida terminou empatada em 1 x 1. Todavia, os gaúchos saíram na frente com Lucca, no fim do primeiro tempo, em frango do goleiro Gabriel após cobrança de falta. Por outro lado, a Macaca buscou o empate aos 38′ da etapa final, quando Bruninho marcou, deixando tudo em aberto para a rodada final.

Assista aos melhores momentos de Ponte Preta x Juventude

1º tempo: jogo morno e o Juventude um pouco melhor

A princípio, o primeiro tempo da partida foi morno até a reta final. Contudo, o Juventude chegou com perigo duas vezes com Lucca. No entanto, foi na bola parada aos 40′ que o atacante conseguiu abrir o placar para os gaúchos. Porém, em falha feia do goleiro Gabriel em cobrança de falta quase do meio de campo.

Bem como, a Macaca acordou com o gol do Juventude e criou três chances de empatar ainda antes do intervalo. A mais incrível saiu após cruzamento da esquerda que Eliel escorregando e depois Vitinho mandando por cima.

2º tempo: Ponte Preta melhor e consegue o empate no fim

Desde já, a Ponte voltou do vestiário pressionando, mas parou no goleiro do Juventude duas vezes no começo. Juntamente com isso, o volume ofensivo da Macaca continuou maior durante todo o segundo tempo. De maneira que, se perdesse, o time ficaria em situação complicada. Porém, a insistência acabou recompensada aos 38′, Bruninho apareceu na área para igualar.

Ponte Preta x Juventude- E agora?

Com quatro pontos, o Juventude divide a liderança da chave com a Francana, mas fica em segundo devido ao saldo de gols: 1 contra 2. Por outro lado, a Ponte, aparece com dois pontos, ainda sem vencer, na terceira colocação. Do mesmo modo, os times voltam a campo na segunda-feira (10), às 17h45 (horário de Brasília), jogam Ponte x Confiança-PB. Na sequência, às 20h (horário de Brasília), acontece o duelo entre Francana x Juventude.

Foto destaque: Divulgação/Lucas Porto

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs