Foi com garra e com raça! Após jogo equilibrado pela primeira final do Parazão 2020, o Paysandu venceu o Remo na noite desta quarta-feira (02) por 2 x 1 e agora precisa de um empate para impedir o tricampeonato do maior rival. No Re-Pa 754, o primeiro da história sem a presença da torcida, o Leão conseguiu sair na frente, mas, no apagar das luzes, o Papão conseguiu a virada. Eduardo Ramos, Uilliam Barros e Netinho fizeram os gols da noite de decisão no Parazão.

Verificado
REGISTE-SE NO BET365 > 365APOSTAS
Bônus e Detalhes das ofertas
NOVOS CLIENTES: OBTENHA ATÉ R$200 EM CRÉDITOS DE APOSTA. USO CODIGO BONUS 365APOSTAS
Termos e Condições:

 NOVOS CLIENTES: OBTENHA ATÉ R$200 EM CRÉDITOS DE APOSTA.
Retornos excluem valor em Créditos de Aposta. Aplicam-se T&C, limites temporais e exclusões. O código de bônus 365APOSTAS pode ser usado durante o registro, mas não altera o valor da oferta de forma alguma.

Expira em: 31-12-2021
Última verificação: há 2 dias

1º TEMPO

De antemão, as entradas de Uchôa e Alan Calbergue deram mais domínio ao meio campo do Paysandu, facilitando o esquema de linhas altas do técnico Hélio dos Anjos. O resultado pode ser visto logo aos 11, quando Calbergue levantou na área e Nicolas finalizou para fora, frente a frente com o goleiro Vinícius. O lance acordou o Remo, que aproveitou falha da defesa bicolor, quando Tcharlles lançou Gustavo Ermel em profundidade. O camisa 7 azulino dominou a bola com tranquilidade, mas Gabriel Leite saiu bem do gol e evitou o primeiro do Leão.

O Remo, então, passou a ter controle das finalizações, tendo mais domínio a partir da metade do primeiro tempo. O Paysandu ainda tentava seus ataques pelas laterais, mas pecava na conclusão das jogadas. E falando em pecado… Após defesa de chute de Ermel, o goleiro bicolor deixou o rebote nos pés do camisa 10 azulino. Sendo assim, Eduardo Ramos abriu o placar da noite e o Remo foi para o intervalo com a vantagem.

https://twitter.com/ClubeDoRemo/status/1301310856437923842?s=20

2º TEMPO

O 2º tempo seguiu nos moldes da etapa inicial: o Paysandu controlou a partida nos primeiros minutos da etapa decisiva do Parazão, com o Remo tentando surpreender o adversário a partir dos 20 minutos. Contudo, o Papão não desistiu e seguiu buscando o gol, parando na sólida defesa azulina e na segurança do goleiro Vinícius. Mas a esperança bicolor veio do banco.

Após alterações, a estrela de Uilliam Barros brilhou. O camisa 94 entrou no lugar de Matheus Anderson e empatou o clássico com um belo gol de bicicleta aos 41. A defesa do Remo ainda se recuperava do baque quando Nicolas recebeu na entrada da área e chamou a marcação antes de passar a bola para Netinho. O camisa 31 também havia iniciado a partida na reserva, mas entrou livre na área pela direita e marcou o gol da virada bicolor, aos 44. Com o resultado, o Paysandu agora completa nove jogos sem perder para o maior rival.

https://twitter.com/Paysandu/status/1301328950182981635?s=20

E AGORA?

Em conclusão, Paysandu e Remo agora terão poucos dias para se recuperar e seguem em preparação pelo jogo decisivo, neste domingo (06), na partida de volta da final do Parazão 2020. Em suma, esse será o clássico de número 755, que na história conta com 261 vitórias azulinas contra 237 bicolores. 256 empates completam o rico retrospecto desse que é o derby mais jogado do mundo do futebol. Sendo assim, o Paysandu agora precisa de um empate para ser campeão, enquanto o Remo busca uma vitória por dois gols de diferença para levantar a taça do Parazão.

MELHORES MOMENTOS

Foto destaque: Reprodução / Jorge Luiz / Paysandu.

Tarik Duarte
Tarik Duarte
Contador de histórias que largou tudo pra seguir o jornalismo e sonha em viajar o mundo mostrando a emoção do esporte com letras e imagens. Diretamente do calor de Belém do Pará.

Artigos Relacionados