A Coluna Parabéns ao Craque desta quinta-feira (11) homenageia Danilo Gabriel de Andrade, ou apenas, Danilo e Zidanilo. Atualmente, o jogador está aposentado do futebol. Com passagens pelo São Paulo e no Japão, o craque fez história no Corinthians, onde deixou a sua marca.

COMEÇO DE CARREIRA

Danilo foi revelado nas categorias de base do Goiás no ano de 1996 e permaneceu no clube até 2004. No entanto, foi um grande destaque do Esmeraldino e acabou despertando interesse no São Paulo. Assim, o atleta foi contratado no meio do ano de 2004 pelo Tricolor Paulista. No time, conquistou vários títulos importantes, entre eles o Campeonato Paulista 2005, Copa Libertadores da América 2005 e Mundial de Clubes 2005. E, ainda, o Brasileirão de 2006. Contudo, com todo o empenho acabou mudando de clube.

KASHIMA ANTLERS

Em 2007, transferiu-se para o Japão e lá mais vez saiu vencedor junto com o Kashima Antlers. Danilo ganhou por três vezes o Campeonato Japonês. Além disso, ele também venceu a Copa do Imperador. Embora teve uma boa temporada no país, não renovou o contrato e decidiu voltar ao Brasil.

CORINTHIANS

Danilo chegou ao Parque São Jorge em 2010, justamente no ano do centenário do clube. No ano de 2011, o Timão foi eliminado de forma precoce na Libertadores da América pelo Tolima, mas o meia foi uma peça importante quando o time conquistou o Brasileirão e foi líder de assistências da competição. Ainda caiu na graça da Fiel pela atuação contra o São Paulo.

Na Libertadores de 2012, o jogador foi fundamental e participou com maestria em todos os jogos. Anotou gols importantes e foi uma das figuras importantes na segunda fase do torneio. No entanto, na semifinal, contra o Santos, o Peixe abriu o placar e levaria a decisão para as penalidades máxima, mas Zidanilo fez um gol histórico de empate e levou o Corinthians para a final da Liberta.

LIBERTADORES E TÍTULOS IMPORTANTES NO CORINTHIANS

Embora o time tenha ganhado de forma invicta a Libertadores, o Brasileirão ficou de lado. Assim, o time precisou lutar um pouco arrumar os pontos perdidos. Mas, o meia fez dois gols contra o Náutico e ele foi um dos responsáveis pela recuperação na tabela. Sobretudo, no Mundial de Clubes, contra o Chelsea, Danilo deu assistência, e Paolo Guerrero marcou o gol que consagrou o Corinthians como campeão mundial.

Em 2013, o Corinthians foi campeão da Recopa Sul-Americana e enfrentou o seu rival, São Paulo. Mais uma vez, a lei do ex esteve em ação, Danilo marcou o gol que garantiu a vitória do time. Ainda no mesmo ano, o time foi eliminado da Libertadores. Porém, chegou até a final do Campeonato Paulista, e enfrentou o Santos e ganhou o 27° título Paulista. Fez parte da Seleção do torneio como melhor meia.

Ainda assim, em 2015, o jogador foi decisivo em clássicos contra o Palmeiras e São Paulo e deixou o seu gol anotado garantindo a vitória do time do povo. Entretanto, ganhou ainda mais um título, o Hexacampeonato Brasileiro, o primeiro título conquistado na Arena do Corinthians. Uma lesão na perna fez o meia perder a sequência de jogos e ficou a temporada de 2016 inteira sem jogar.

APELIDO

Ele é canhoto e tem muita qualidade e boa técnica. Então, isso foi essencial para a conquista de vários títulos importantes na sua carreira. O seu apelido, Zidanilo, se deu em referência ao ex-jogador francês, Zinédine Zidane.

GRATIDÃO

Parabéns, Zidanilo. Desejamos muitos anos de vida, saúde e sucesso na sua vida. Que sua carreira de treinador seja tão promissora como foi a de atleta. Gratidão por tudo que fez ao Corinthians. Quando o time mais precisava, você estava lá e anotou vários gols essenciais para a fiel gritar: é campeão! Não é à toa que você virou ídolo da torcida!

Foto destaque: Divulgação/GazetaPress

Avatar
Ana Paula Reis
Ana Paula Reis nasceu em São Paulo no dia 30/07/1996. Jornalista e Corintiana Fanática, vibra muito quando ver o timão em campo e pede ajuda a São Jorge. Adora uma boa conversa para poder ouvir, e ao mesmo tempo transmitir suas experiências. Sempre disposta para uma nova pauta e transformá-la numa notícia.

Artigos Relacionados