Edílson Capetinha

A Coluna Parabéns ao Craque desta quinta-feira (17) traz homenagem a Edílson da Silva Ferreira, mais conhecido como Edílson Capetinha ou apenas Edílson. O jogador é natural de Salvador, Bahia. Na carreira futebolística atuava como atacante. Após a aposentadoria, virou comentarista do programa “Os Donos da Bola”, da TV Band.

COMEÇO DA CARREIRA

Desse modo, sua vida dentro das quatro linhas iniciou no Industrial, do Espírito Santo. Além desse, passou pelo Tanabi-SP Guarani, até chegar ao Palmeiras em 1993. No Verdão, Edílson conquistou muitos títulos importantes, entre eles: o Bicampeonato Paulista de 1993 e 1994, Campeonato Brasileiro de 1993 e também o Torneio Rio-São Paulo de 1993.

Sendo assim, após todo destaque no Alviverde, Edílson transferiu-se para o Benfica. Assim, ele ficou lá por uma temporada. Mas voltou ao Palmeiras e permaneceu pouco tempo. Na sequência, jogou no Kashiwa Reysol, do Japão.

CORINTHIANS

Contudo, retornou ao Brasil em 1997 e foi contratado pelo Timão. No Alvinegro, brilhou na conquista do segundo Campeonato Brasileiro em 1998, sendo eleito o melhor jogador da competição. Dessa maneira, em 1999, conquistou o Paulistão. Assim, fez as “embaixadinhas” para provocar o rival Palmeiras. Ainda no mesmo ano, o Time do Povo ganhou o Brasileirão, e o atleta, ao lado de Luizão e Marcelinho Carioca, formaram uma ótima equipe no ataque.

Em 2000, na conquista do Mundial de Clubes, fez uma partida excepcional e marcou dois gols contra o Real Madrid. Porém, o craque acabou saindo do Alvinegro após a eliminação na Libertadores pelo Verdão.

PASSAGEM POR OUTROS TIMES E SELEÇÃO BRASILEIRA

Dessa maneira, Edílson assinou um contrato com o Flamengo e conquistou o Campeonato Carioca e a Copa dos Campeões em 2001.  Ainda assim, saiu do Mengão e transferiu-se para o Cruzeiro, porém teve uma passagem curta no time mineiro. Em 2002, foi convocado por Felipão para fazer parte do time da Seleção Brasileira, na campanha do penta.

FIM DE CARREIRA

Antes de pendurar as chuteiras, o jogador vestiu novamente a camisa do Flamengo. Além disso, ainda passou pelo Vitória, Al Ain e São Caetano. Mas, após vestir a camisa do São Caetano, a carreira começou a cair. Porém, atuou no Vasco da Gama e Nagoya Grampus, do Japão. Em 2009, anunciou sua aposentadoria com a camisa do Vitória. Contudo, encerrou mesmo sua carreira com o Bahia, no Campeonato Baiano, em 2010.

Por fim, após deixar os gramados, o atleta fez algumas participações na “Dança dos Famosos”, do Faustão. Mas, em outubro de 2019, assinou um contrato com a TV Band para fazer parte do time de comentaristas dos “Donos da Bola”, ao lado de Neto e Velloso.

GRATIDÃO AO CRAQUE

Parabéns, Edílson Capetinha. Desejamos muita saúde, conquistas e alegrias neste novo ciclo que se inicia, pois, sem dúvidas, na sua carreira de atleta você obteve sucesso e, claro, levou títulos importantes em seu currículo. Que possa ter mais visibilidade na sua nova empreitada de comentarista e fique por vários anos nas telinhas.

Foto destaque: Reprodução/IG

Avatar
Ana Paula Reis
Ana Paula Reis nasceu em São Paulo no dia 30/07/1996. Jornalista e Corintiana Fanática, vibra muito quando ver o timão em campo e pede ajuda a São Jorge. Adora uma boa conversa para poder ouvir, e ao mesmo tempo transmitir suas experiências. Sempre disposta para uma nova pauta e transformá-la numa notícia.

Artigos Relacionados