Palmeiras e Tigres se enfrentarão neste domingo (7), às 15h (horário de Brasília), em partida válida pela semifinal do Mundial de Clubes da Fifa. O palco para o duelo será o Estádio Education City, no Qatar. Quem passar, enfrenta o vencedor do confronto entre Bayern de Munique e Al Ahly, que acontecerá na segunda-feira (8).

Você poderá assistir ao jogo na tv aberta pela Globo ou na emissora fechada SporTV. Mas enquanto a bola não começa a rolar, confira os principais destaques dos rivais!

Palmeiras

O Palmeiras, dono da melhor campanha na Libertadores 2020, está concentrado em Daho, no Qatar. O clube,  encerrou neste sábado (06), os preparativos para a semifinal do mundial. Depois de ter vencido o Santos por 1 a 0, em um confronto histórico no Maracanã, o verdão está pronto para mais um desafio.

Durante o dia, Abel Ferreira comandou treinos táticos na Aspire Academy. Além disso, a equipe fez exercícios com a bola parada e cobranças de pênaltis. O atacante Wesley, que se recupera de uma cirurgia no joelho, também participou dos trabalhos com o elenco alviverde. A delegação ainda foi ao Estádio Education City, para conhecer o gramado antes da decisão.

Tigres

O Tigres, comandado há 11 anos pelo técnico brasileiro Ricardo Tuca Ferretti, se destaca pela boa posse de bola e a excelente posição defensiva. Durante a década, o comandante do time conquistou cinco títulos mexicanos. Chegou a final da Libertadores em 2015 e faturou a Liga dos Campeões Concacaf em 2020.

Além disso, no Brasil, Tuca Ferretti é um velho conhecido do alviverde imponente. Quando jogou no Botafogo carioca, perdeu à final do Brasileirão de 1972 para o Palmeiras.

Os mexicanos superaram na última quinta-feira (4), a equipe coreana Ulsan Hyundai FC por 2 a 1, garantindo a vaga para a semifinal do mundial.

Foto: César Greco / Palmeiras

Ana Paula Contado
Ana Paula Contado
Meu nome é Ana Paula, tenho 20 anos, sou estudante de jornalismo e apaixonada por esporte, especialmente pelo futebol. Fascinada pela magia dos clássicos e leal a resenha, busco levar em meus textos a emoção de uma torcedora raiz.