Palmeiras-

Nesta segunda-feira (12), o Palmeiras publicou em seu Twitter uma nota de repúdio aos torcedores que divulgaram os números pessoais do técnico Vanderlei Luxemburgo e do presidente Maurício Galiotte.

Assim, informou que ambos receberam diversas mensagens de ódio após a publicação. Dessa maneira, o ato foi considerado criminoso. Com isso, o clube prometeu entrar na justiça contra os responsáveis. A página que vazou as informações teve sua conta excluída e a SEP não voltou a se pronunciar sobre o caso.

MOTIVAÇÃO DO ATAQUE

Após a , torcedores se revoltaram nas redes sociais. Isso porque o time já não estava fazendo boas partidas. Além disso, havia perdido o jogo anterior no campeonato para o Botafogo, que estava no Z4.

A derrota também foi doída pela quebra de um tabu para o Tricolor. Dessa forma, os visitantes venceram o rival em seu novo estádio pela 1ª vez. Assim, a torcida fez duras críticas ao trabalho de Luxemburgo e a gestão de Galiotte.

A REAÇÃO DO CLUBE

O perfil oficial do Palmeiras no Twitter publicou uma nota. Com isso, o clube lamentou o ocorrido e a maneira como os responsáveis e parte da torcida agiram. Além disso, levará a questão para justiça, e assim tratar o assunto com a seriedade devida.

E AGORA?

O clube alviverde ainda não publicou novas informações. Além disso, o perfil que divulgou os números foi excluído da rede social. Dessa forma, é preciso aguardar um novo pronunciamento.

No geral, a torcida apoiou a atitude da SEP. Contudo, mesmo elogiando a postura do clube, não deixaram de fazer críticas à administração palmeirense e ao atual momento.

Como resultado, a pressão no Palmeiras aumentou nesta quarta-feira (14), após o clube alviverde perder para o Coritiba em casa, por 3 x 1.

Foto destaque: Reprodução/Fábio Menotti/S.E. Palmeiras

 

Avatar
Caio Borges
Futebol, filmes e séries. Apaixonado por jornalismo. Vivo a base de café e comentários irônicos.

Artigos Relacionados