Palmeiras fecha com Carlos Matheus para o Sub-17

- Atacante é mais uma cria da Taça das Favelas; Jogador veio de Heliópolis para reforçar a base do Verdão
Palmeiras fecha com Carlos Matheus para o sub-17

O Palmeiras vem cada vez mais dando valor para às categorias de base. De 2016 para cá, o número de jovens no elenco principal aumentou, o que agradou os torcedores do Verdão. Ademais, deve-se ressaltar que atletas vindos de regiões mais carentes estão ganhando mais espaço. Patrick de Paula, de 21 anos, disputou a Taça das Favelas no Rio de Janeiro, e agora está no time principal. Além disso, o Alviverde acertou com Carlos Matheus, de 17 anos, para o Sub-17.

HISTÓRIA

O jovem jogador nasceu em Belém, onde morou com sua mãe na favela de Heliópolis. Onde residiu, decidiu fazer parte do torneio da Taça das Favelas, campeonato no qual levou Patrick ao Maior Campeão Nacional. Além do mais, foi por causa desse campeonato que seu nome chegou ao Palmeiras. Desse modo, o esportista é tratado como uma grande promessa dentro do plantel.

“Ano passado eu estava disputando a Taça das Favelas e hoje estou em um dos maiores clubes do Brasil. Claro que é uma mudança grande, mas estou com a cabeça concentrada para que tudo dar certo, junto com a minha família, todo o staff que tem trabalhado para eu realizar esse sonho. É um projeto de carreira muito motivador e tenho certeza que lá na frente vamos colher os frutos”, comentou.

Desde o início do ano, à diretoria estava de olho no nome de Carlos. Ainda assim, o atleta realizou um jogo pelo novo clube,  este contra o Botafogo pelo Brasileirão sub-17. Contudo, isso já foi o suficiente para que todos ficassem interessados em mais um talento que está surgindo, garantindo um contrato profissional.

CONTRATO

Foi selado um acordo de três anos do desportista para com o clube. Além disto, a rescisão contratual ficou em torno de 80 milhões de euros. Comparando com seu futuro companheiro, Patrick possui uma multa de 100 milhões de euros (R$ 662 mil). Ou seja, embora os dois estão no início de uma carreira, o plantel está convicto de que serão peças importantes para o futuro.

Outro ponto a se destacar é que o adolescente também assinou um compromisso com um fornecedor de material esportivo internacional. E claro, como já faz parte da instituição, já está vivendo no hotel da divisão de base. Assim, está sendo acompanhado para observar sua condição física e está aprimorando alguns fundamentos pelos quais ainda precisa melhorar, para que haja uma evolução. Suas características são parecidas com a de Gabriel Verón, que está atuando no time principal. Em conclusão, os meninos estão ganhando cada vez mais destaque, o que sempre foi pedido pelos palmeirenses nos anos anteriores.

Foto destaque: Reprodução/ Fábio Menotti/Palmeiras

BetWarrior


Poliesportiva


Lucas de Lima Barão
Lucas de Lima Barão
Atualmente, estou no 6º semestre de jornalismo pela Universidade Nove de Julho. Tenho vontade de trabalhar com jornalismo esportivo, entretanto, não descarto abrir portas para outros caminhos. Ganhei um prêmio de melhor trabalho jornalístico no 5 semestre, onde meu grupo e eu produzimos um site. Estou em busca de encontrar oportunidades no mercado de trabalho.

    Artigos Relacionados

    Topo