Palmeiras

A princípio, após ser derrotado pela equipe do São Paulo, o comentarista Osvaldo Pascoal afirmou que o Verdão passou vergonha no clássico. Antes de tudo, o Palmeiras estava invicto até 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Vale ressaltar que o time alviverde assumia a 4ª colocação. Dessa forma, após duas derrotas, o Verdão caiu para a 7ª colocação com 22 pontos.

Segundo o jornalista, o plantel não está desenvolvendo um bom trabalho. Assim, a má atuação da equipe de Vanderlei Luxemburgo, irá prejudicar o promissor atleta Patrick de Paula. Por outro lado, mesmo com uma sequência de duas derrotas, Patrick  mantém bons ritmos nas partidas.

“O Palmeiras de novo passou vergonha. Não dá para o time do Palmeiras não acelerar. Palmeiras vai estragar o Patrick de Paula. Toda bola que ele pega no grande círculo, ele dá para trás. O Palmeiras está estragando o Patrick de Paula”. – afirmou Pascoal

“Na base, ele passava para frente. Ele dividia o meio-campo com o Gabriel Menino. Por que não podem fazer isso no time principal? No Palmeiras, ele joga de primeiro volante e tem que dar para trás”, finalizou

PATRICK DE PAULA

Primeiramente, o jovem Patrick de Paula é um excelente jogador. De antemão, o atleta vem desenvolvendo um bom trabalho desde as categorias de base. Vale ressaltar que o volante atuou muito bem no Campeonato Estadual. Contudo, os torcedores estão preocupados com a caída. Dessa forma, se permanecer nesses ritmos, certamente os jogadores perderão a credibilidade dos fieis.

https://www.instagram.com/p/CF0N439DcmF/?utm_source=ig_web_copy_link

Foto Destaque: Reprodução/Cesar Greco/Palmeiras

 

 

Avatar
Thiago Lopes Barboza
Escolhi o jornalismo porque me identifiquei com a amplitude de áreas que podemos trabalhar, além de formar opiniões e transmitir informações com clareza e coerência, sou extremamente apaixonado pelo jornalismo esportivo, fotografia, produção/audiovisual/videomaker, fazer reportagem, matérias entre outros... já fui editor de vídeo pra internet, recebi um certificado de melhor projeto profissional acadêmico de 2020 e pretendo fazer do jornalismo cada vez mais presente em minha vida.

Artigos Relacionados