Nesta terça-feira (6), a Coluna Tática dos Campeões conta um pouco sobre o grande Cruzeiro da temporada de 2003. A equipe mineira era comandada por Vanderlei Luxemburgo e apresentava um futebol muito bonito. Além disso, venceram muitos títulos na temporada. A Raposa venceu o Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e o Brasileirão. Portanto o clube conseguiu o grande feito de conquistar a tríplice aliança.

COMO JOGAVA O CRUZEIRO?

A equipe tinha Alex como principal arma, mas não era dependente dele. O Cruzeiro era um time que possuía um jogador diferenciado, no entanto tinha um grande elenco em volta. Vanderlei Luxemburgo tinha um dos grandes elencos da época em suas mãos e soube aproveitar da melhor forma.

A princípio, o clube era escalado no 4-1-2-1-2. A defesa do clube era muito forte. Primeiramente, contava com um grande goleiro, Gomes. A dupla de zaga era Edu Dracena e Cris, uma dupla muito consistente e que dava segurança para o plantel. Os dois laterais eram fundamentais para o time. Maurinho atuava pela direita e Leandro pela esquerda. Ambos participavam muito das ações ofensivas. Vale ressaltar que a Raposa contava com Maicon no banco, que em 2010 foi o lateral titular da Seleção Brasileira.

O meio era a base da equipe. Maldonado atuava com primeiro volante, famoso ‘cão de guarda‘. A principal função era na marcação e ele foi intocável por toda temporada. Mais a frente, Luxa contava com Augusto Recife e Wendell. Ambos faziam um dobradinha com os laterais de seus respectivos lados. Em algumas situações, um deles cobria um dos apoiadores. Alex, se locomovia por todo último quarto do campo. O camisa 10 era o cérebro do Cruzeiro e sempre estava próximo das jogadas. Como resultado os atacantes estavam muito bem servidos.

A dupla de ataque era composta por Aristizábal e David. Entretanto o brasileiro deixou o esquadrão após a conquista da Copa do Brasil. Para substituir o brasileiro, a Raposa contava com Mota e Márcio Nobre. Os atacantes do clube jogavam com muita inteligência e sempre davam opção de passe. Além disso, vale ressaltar a boa movimentação da dupla, enquanto um ficava na área, o outro se apresentava na ala ou no bico da área.

Cruzeiro
Divulgação/Imortais do Futebol

PRINCIPAIS DESTAQUES

O Cruzeiro apresentava um time com um coletivo invejável. Além disso, contava com grandes peças individuais. Como dizem os amantes de futebol: ” Um grande time se inicia com um grande goleiro”. Essa frase se encaixa perfeitamente no Cruzeiro, porque o Gomes passava muita segurança para o clube. Maurinho e Leandro voavam pelas beiradas e participaram de muitos gols durante a temporada.

Maldonado não tinha a técnica de algumas jogadores, mas taticamente ele era perfeito. O Chileno “carregava piano” na meiuca e foi uma peça fundamental para o sistema defensivo do esquadrão de Vanderlei Luxemburgo. Por outro lado, Alex se destacava por conta da técnica. O gênio simplesmente foi arrasador no ano de 2003 e foi o principal jogador no Brasil na temporada. Por fim, Aristizábal foi letal no ataque. O colombiano marcou 21 gols no Campeonato Brasileiro. Ele se destacava por conta de sua velocidade e inteligência para jogar futebol.

Os titulares eram de muita qualidade, entretanto o clube não se limitava a eles. O Cruzeiro contava com bons nomes no banco de reserva, que foram muito úteis durante a longa temporada.  A equipe contava com o veterano Zinho, o jovem Felipe Melo e Martinez como opções para o meio campo. Além disso, o esquadrão contava com Maicon como reserva da lateral direita. Por fim, Luxa tinha Mota e Márcio Nobre disputando uma vaga no ataque.

RESULTADOS DO CRUZEIRO DE LUXEMBURGO

Sem sombra de dúvidas, a temporada de 2003 foi uma das mais marcantes para a torcida cruzeirense. Além disso, o clube conseguiu um feito que é para poucos até hoje. A Raposa começou o ano conquistando o Campeonato Mineiro, com muita superioridade. O Cruzeiro seguiu jogando muita bola e venceu a Copa do Brasil, superando o Flamengo nos dois jogos. Vale ressaltar, que ambos os títulos foram de forma invicta. Como resultado os mineiros eram vistos como um dos grandes favoritos no Campeonato Brasileiro.

A temporada já estava linda. A nação via seu time jogando um futebol de primeira e com muita qualidade. O clube ainda fez uma campanha intocável no Campeonato Brasileiro. A Raposa venceu o Brasileirão com incríveis 100 pontos. O time venceu 31 jogos, empatou sete e sofreu oito derrotas. O plantel de Luxemburgo teve um aproveitamento invejável de 72,5% no geral, com 81,16% em casa e 63,77% fora. Além disso, o Cruzeiro somou 102 gols e sofreu 47. A equipe mineira foi a 1ª a conquistar a Tríplice Coroa no Brasil. Portanto a história foi escrita de tinta azul.

Foto Destaque:  Divulgação/ Cruzeiro

Avatar
Leonardo Pinheiro
Escolhi jornalismo porque para mim é prazeroso informar as pessoas, e além disso, a paixão pelo futebol me encorajou a seguir essa carreira. Meu principalmente objetivo na profissão é trabalhar com esportes, principalmente o futebol.

Deixe uma resposta