Nilton Santos é ídolo do Botafogo e Seleção Brasileira

Existiram jogadores que decidiram jogos, finais e marcaram gerações inteiras. Entretanto, houveram certos casos de  jogadores que revolucionaram o futebol. Dessa forma, começamos o nosso Parabéns ao Craque deste sábado (16), em homenagem ao lendário Nilton Santos. O jogador bicampeão mundial revolucionou a lateral esquerda.

Nascido na Ilha do Governador, Nilton Santos começou sua carreira profissional pelo Botafogo-RJ, em 1948. Ao mais, o lateral vestiu apenas dois uniformes como jogador profissional. Sendo eles, o da Seleção Brasileira e o da Estrela Solitária. Nilton foi eleito pela FIFA como melhor lateral esquerdo de todos os tempos. E não foi à toa. O jogador foi revolucionário em sua posição. Dado que, foi pioneiro na arte de defender e atacar, em uma época em que os laterais passavam o jogo todo atuando na defesa.

BOTAFOGO

Pelo Botafogo, o craque foi campeão carioca quatro vezes, levantando os canecos nos anos de 1948, 57, 61 e 62. Além disso, conquistou duas vezes o torneio Roberto Gomes Pedrosa, equivalente ao atual Campeonato Brasileiro. Nilton Santos participou em mais de 700 partidas. Com isso, honrou a camisa que vestia. Por isso, é recordista em jogos pelo Glorioso.

SELEÇÃO BRASILEIRA

Pela Seleção Brasileira, o lateral participou de quatro Copas do Mundo, entre os anos de 1950 e 1962. Além do mais, foi peça importantíssima nas campanhas de 58 e 62. Nas quais, a seleção Canarinha conquistou seus dois primeiros títulos. Nilton também é lembrado pelo gol antológico marcado na campanha do primeiro título mundial, contra a Áustria. Ao todo, o jogador participou de 75 jogos oficiais vestindo o uniforme brasileiro.

HOMENAGENS E CURIOSIDADES

Após sua aposentadoria, Nilton Santos escreveu um livro chamado “Minha Bola, Minha Vida”. Assim, no mesmo, ele conta histórias e curiosidades de sua carreira. Ademais, o jogador foi eleito o 9º maior jogador brasileiro do século XX. Além de ser considerado o maior lateral de todos os tempos.

Como homenagem a esse grande ícone do Botafogo e do futebol brasileiro, o estádio do clube carioca foi renomeado de maneira oficial como Estádio Olímpico Nilton Santos, em 2017. Templo que foi reformado para os jogos Pan-Americanos de 2007. Ao mais, Milton também é conhecido como a Enciclopédia do Futebol. Visto que, seus conhecimentos sobre futebol dentro e fora do campo foram algo espetacular.

A lenda faleceu no dia 27 de novembro de 2013, aos 88 anos. Contudo, se mantém vivo nas mentes brasileiras, sendo um ídolo para milhares de pessoas. Dessa maneira, Nilton Santos será lembrado para sempre. Um craque dentro e fora de campo.

Foto destaque: Reprodução/Instagram/Botafogo

Lucas Feyh Martins
20 anos e futuro jornalista esportivo. Paixão em escrever por esportes, principalmente o futebol.

Artigos Relacionados