Meia Índio Ramírez afirma sobre acusações: “Não penso mais”

- Em entrevista coletiva, meia ressaltou que está focado nos gramados

A princípio, o nome de maior de destaque do Bahia até agora no Brasileirão é também o de maior repercussão. Trata-se do meia Índio Ramírez, acusado de racismo pelo meia Gérson, do Flamengo. Dessa forma, nesta terça-feira (12), o colombiano concedeu sua primeira entrevista à imprensa após o ocorrido.

Sendo assim, como era de se esperar, Ramírez recebeu perguntas sobre as acusações feitas pelo meia do Flamengo. Entretanto, o atleta falou que não pensa mais no caso e se concentra apenas dentro de campo.

Não penso mais nesse tema. Estou tranquilo, quero jogar. Como disse antes, vim para o Brasil para jogar, para mostrar meu bom futebol. Para ser reconhecido por minhas boas atuações, e não pelo que é dito por aí”.

A vida do meia Índio Ramírez não tem sido fácil desde que chegou ao Tricolor. Dessa forma, afastaram o colombiano das atividades, mas acabou sendo reintegrado na sequência devido a falta de provas, com relação as acusações feitas pelo meia Gérson. Assim também, a procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) abriu inquérito para apurar mais a fundo as acusações feitas.

Assim, o Bahia volta a campo no próximo dia 20, quando enfrenta o Athletico-PR, em duelo decisivo para a permanência do Tricolor na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Hoje, a equipe aparece na 17ª colocação, com 29 pontos.

Foto destaque: Divulgação/Felipe Oliveira/EC Bahia  

Gilvan Rodrigues
Gilvan Rodrigues
Gilvan Junior, 20 anos, natural de Feira de Santana, estudante de jornalismo pela FAT. Desde pequeno, meu principal assunto era o esporte. Sempre acompanhado programas, sites, etc. Decidir, partir pra área que me dará a oportunidade de viver daquilo que mais amo. O futebol.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Topo