Meia ganha moral após boas partidas no São Paulo

Nesta última semana, o meia do do São Paulo ganhou moral e vê a confiança crescer cada vez mais. Assim, um dos “pupilos” de Rogério Ceni deve ter mais sequência e definir seu lugar entre os titulares. Contudo, o atleta ainda deve percorrer um longo caminho e manter uma regularidade para espantar de vez as elevadas críticas do torcedor são-paulino.

Igor Gomes tem sido um dos jogadores mais criticados desde o início da temporada. Afinal, sob o comando de Rogério Ceni o meia tem seu espaço reservado entre os titulares. Contudo, para a maioria da torcida, o atleta deveria estar no banco e o seu nome esstá sempre presente em manifestações nas redes sociais. Algumas atuações ruins e erros de criação e marcação culminaram nas constantes ofensas.

Inclusive, Ceni criticou a torcida e pediu para que apoiassem o jovem de Cotia.

“Esse menino é da base do São Paulo, um garoto fisicamente acima da média, que faz o trabalho sujo de um time de futebol, de se matar pra defensivamente se organizar pra que outros possam definir o jogo. […] Entendo o torcedor se irritar, mas não vaia o cara. Não faça isso com os garotos. São eles que podem tirar o São Paulo dessa situação. Aplaudam o cara”, disse o treinador são-paulino.

Contudo, nos últimos dois jogos o que pôde-se ver foi uma mudança no atleta. Aliás, Igor Gomes foi o melhor jogador das últimas duas partidas. Afinal, jogou muito bem contra o RB Bragantino, no Brasileirão, assim como na vitória contra o Jorge Wilstermann, na Copa Sul-Americamana, onde marcou um gol.

Dessa forma, as críticas ao meia do São Paulo reduziram e o alteta ganhou moral, mas ainda não se encerrara. Portanto, o jogador ainda terá um longo caminho para mudar a cabeça do torcedor.

Foto Destaque: Divulgação/São Paulo

 

Isaac Rufino
Tenho 19 anos e sou estudante de Jornalismo pela FMU, em São Paulo. Sou apaixonado por Jornalismo e todas as suas áreas, porém a minha preferência sempre foi na área esportiva. Meu primeiro objetivo é ganhar experiência na área, buscar conhecimento e aprender com os melhores, por isso estou aqui. Entretanto, ao falar sobre objetivos futuros, tenho certeza de que a minha maior meta é fazer a cobertura de uma Copa do Mundo. Me considero um cara exigente, obstinado e não me contento em ser apenas mais um. Estou aqui para mostrar a minha capacidade e galgar degraus dentro do Jornalismo.