leila

Em suma, para a próxima eleição do Palmeiras, no final de novembro, o cenário começa a se tornar totalmente favorável a Leila Pereira. Decerto, o grupo político de onde o ex presidente Paulo Nobre faz parte, decidiu não apoiar o candidato Mario Gianinni, da oposição. Paulo Nobre é um dos presidentes mais adorados pela torcida e sua participação na eleição, poderia ascender a disputa entre os grupos.

Portanto, sem o apoio de Nobre, o caminho para a atual candidata fica cada vez mais livre. Leila tem o apoio da atual direção do clube, com Maurício Galiotte declarando publicamente que ela será a continuidade da gestão. Decerto, além de candidata, Leila também é presidente das empresas que patrocinam o clube. Neste assunto, também, antes do dia da votação chegar, o Palmeiras já renovou o patrocínio por mais de 3 anos, com valores batendo na casa dos R$90 milhões por ano.

Sem o apoio, o grupo político de Paulo Nobre também garantiu que não participará da eleição. O nome mais forte, de fato, seria o de Nobre, mas o mesmo não pode se candidatar, pois renunciou cargo de conselheiro. Outros nomes não tiveram apoio necessário para a eleição.

Foto destaque: Reprodução/Palmeiras

 

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!