Juventude negocia mudança de Igor para o Ceará 

Sobretudo, o lateral-direito atualmente emprestado ao Coritiba pode ir para o time adversário na Série A. Já que o Juventude e o Ceará planejam transferir Igor para o Time do Povo. 

“Estamos conversando, vendo qual é o melhor caminho do negócio. Pode ser por empréstimo ou venda de um percentual do jogador” — declarou Osvaldo Pioner, vice do Juventude. 

Ainda mais, a transferência precisa ser feita e o negócio fechado até a próxima sexta-feira (24). Já que é a data limite para inscrições de atletas no Brasileirão. Além disso, a mudança tem interesse de todas as partes, inclusive do Coritiba, time que o jogador está atuando no momento e defende seu lugar na Série B 

Trajetória do jogador no Juventude 

Primeiramente, Igor foi contratado pelo Juventude em 2019. Quando foi emprestado ao Lajeadense na partida pela Copa Seu Verardi e se destacou bastante na temporada, sendo um marcante jogador.  

Campeonato Gaúcho foi um verdadeiro altos e baixos para o time e jogador, porem depois da partida clássica de Ca-Ju que o lateral marcou um dos gols da vitória do Juve em 2 x 0, o jogador ganhou uma posição fixa na equipe titular. 

Na temporada 2020, conquistou a oportunidade de jogar no elenco principal do Papo e seus ótimos resultados também na Série B lhe garantiram a renovação de contrato até 2023.  

Porém, com a chegada de Paulo Henrique, ele perdeu espaço no elenco. Sendo assim, o jogador foi inicialmente emprestado ao Coritiba até dezembro. No time, a equipe não inicia o jogo como titular desde que enfrentou o Brusque, em agosto. Foram 32 jogos, metade dos quais foram titular porque perderam o espaço para o Nathaniel 

As negociações entre o Juventude e o Ceará sobre o Igor também podem envolver a volta do lateral-esquerdo Alyson para o Time do Povo. No time reserva do Brasileirão e raramente usado, Papo pode trocar jogadores para buscar um novo nome para função até o encerramento da janela de inscrições. 

Foto Destaque: Reprodução/ Arthur Dallegrave/ECJuventude

Gabrielly Bento
“Sempre soube que o que eu queria fazer era jornalismo. Escolhi ela porque é uma profissão que te conecta a tudo e a todos, descobrimos o mundo e sempre aprendemos cada vez mais. Jornalismo é sim, a melhor profissão do mundo.”