Titular da lateral-esquerda do Bahia, o jovem Juninho Capixaba comemora uma data importante de sua carreira nesta quarta-feira, 15 de setembro. Nessa mesma data, em 2018, o jogador do Bahia marcava seu primeiro gol como atleta profissional.

Entretanto, natural do Espírito Santo, o jogador balançou as redes pela primeira vez com a camisa do Grêmio, no Campeonato Brasileiro daquela temporada. Dessa forma, a partida aconteceu na Arena do Grêmio e o tricolor já vencia o Paraná pelo score de 1 a 0. Titular na equipe de Renato Portaluppi, Capixaba recebeu bom cruzamento dentro da área e tocou de cabeça encobrindo o goleiro adversário. Assim sendo, partida acabara com vitória da equipe da casa pelo placar de 2 a 0 e esse foi o seu primeiro gol como jogador profissional. Vestindo a camisa gremista, o jogador atuou em 35 partidas, marcou cinco
gols e conquistou dois títulos na equipe gaúcha.

Fiquei muito feliz por marcar esse gol importante em minha carreira. Lembro que foi um momento muito especial marcar meu primeiro gol como profissional e é algo que
ficará sempre em minha memória. Estou sempre aperfeiçoando as finalizações para além de contribuir com a parte defensiva, ajudar o Bahia na parte ofensiva. Foi um dia especial para mim e quero que venham muitas bolas na rede para ajudar minha equipe
na busca pelos objetivos,” afirma o lateral.

Trajetória no Bahia

Por outro lado, Juninho está em sua segunda passagem no Bahia e tem sido titular absoluto na defesa do time comandado por Diego Dabove. Suas atuações vêm sendo de destaque, na parte defensiva e ofensiva e isso fez com que ganhasse espaço entre os 11 titulares. Contudo, o retorno a Salvador aconteceu em 2020, após essa boa passagem pelo Grêmio, e desde então vem ajudando a equipe dentro de campo.

Ao passo que desde o seu retorno, atuou em 102 jogos, marcou quatro gols e já conquistou dois troféus desde o seu retorno, o Campeonato Baiano e a sua segunda Copa do Nordeste, as duas vestindo a camisa tricolor. Na atua temporada, já vestiu a camisa em 24 oportunidades e balançou as redes três vezes. Por fim, destaque para o último gol contra o Atlético Mineiro em grande jogada individual.

Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

 

 

Redação FNV