Jorginho

Em entrevista ao “Podcast GE”, o técnico Jorginho, que assumiu o Cuiabá, está buscando um meia-armador. Dessa maneira, o comandante confirmou a carência na posição, mas despistou sobre reforços em outras posições.

“A respeito do meia, é uma realidade, temos buscado por esse jogador. Até porque não sabemos quando um jogador vai machucar, cansar ou até não se sente tão à vontade, como no caso do Clayson. Temos que ter outra opção”.

Por outro lado, Jorginho falou que está buscando alternativas. Dessa forma, nomes como Osman e Rafael Gava estão sendo testados na posição. Além disso, Jorginho citou os jogadores da base, dizendo que existem jogadores muito promissores.

“Estou testando algumas possibilidades, como o Osman, o próprio Rafael Gava, que é volante, mas já jogou de meia e tem muita qualidade. Temos jogadores da base também. Às vezes estamos buscando uma contratação, quando a nossa felicidade está tão perto. Já pude ver que temos jogadores interessantes na base. Sabemos que temos necessidades em outras posições, mas gostaria de manter com a gente”.

Clayson segue improvisado com Jorginho

O atacante Clayson, que viveu bons momentos no Corinthians, como ponta, vem atuando de forma distinta no Dourado. Dessa maneira, o jogador vem jogando como o armador do time e vem sendo elogiado pelo técnico. Aliás, o meia Murilo Rangel, contratado para suprir esta posição, está lesionado desde a 4ª rodada do Brasileirão.

“Tenho toda preocupação para que o atleta se sinta bem. Perguntei novamente ao Clayson se ele está se sentindo bem [em jogar como meia] e ele disse que sim. Falei para ele: “Como meia, as bolas vão passar por você em quase todos os momentos, você é um jogador muito qualificado”. Isso facilita muito para a gente, eu gostei muito”.

Dificuldades no mercado

O comandante admitiu não estar sendo fácil garimpar o mercado, ainda mais com o campeonato já em andamento. Por outro lado, Jorginho sinalizou que o reforço pode ser anunciado em breve.

“Temos feito um trabalho em conjunto entre comissão técnica e diretoria. Temos algumas limitações financeiras. Não é simples você encontrar um meia que seja intenso, que tenha qualidade, é finalizador, bom de bola parada. Quando a gente pensa nesse jogador, vemos que está em falta até na seleção brasileira. É uma questão de oportunidade de mercado. Quem sabe não temos uma decisão sobre essa contratação nos próximos dias. Nas outras posições, estamos tentando encontrar opções que encaixem nas nossas necessidades, pois temos um elenco bem enxuto”.

Assim, ainda sem o meia-armador de origem, o Cuiabá enfrenta a Chapecoense, no próximo domingo (18), às 11h (horário de Brasília), na Arena Condá, pela 12ª rodada do Brasileirão.

Foto destaque: Divulgação/Cuiabá

Gerson Nichollas
A escolha do jornalismo veio para unir minha paixão por escrever e também o amor que tenho pelos esportes, principalmente o futebol. Por isso, tenho um blog chamado "Segue la Pelota" para falar sobre esta modalidade. Por outro lado, sou uma pessoa muito comunicativa e acredito que com a minha espontaneidade vou chegar longe na profissão, tendo como maior objetivo trabalhar em frente às câmeras.